Funcionários da Cinemateca de SP entrarão em greve

Os funcionários da Cinemateca Brasileira de São Paulo entrarão em greve a partir de amanhã por tempo indeterminado para engrossar o movimento dos servidores públicos federais. A categoria reivindica reajuste salarial de 75,48%.Hoje, no início da tarde, o presidente Fernando Henrique Cardoso anunciou um aumento de 3,5% para os funcionários públicos federais, mas segundo a Central Única dos Trabalhadores (CUT) os servidores cruzarão os braços.De acordo com uma funcionária da Cinemateca que não quis se identificar, as mostras de cinema não serão interrompidas. "Vamos paralisar apenas as atividades de pesquisa e demais trabalhos que possam ser postergados, mas informaremos aosclientes o porquê da paralisação", afirma. As salas de cinema têm sessões às 18h e 20h de quarta a sexta-feira e 16h, 18h e 20h aos sábados e domingos. Ainda segundo a funcionária, amanhã pela manhã, os 40 funcionários da Cinemateca estarão reunidos em assembléia para definir como deverão atuar. "Acredito que 80% dos empregados adiram à paralisação", estima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.