Thomas Bravo / Reuters
Thomas Bravo / Reuters

Frases que traziam a essência de Gabriel García Márquez

Veja alguns pensamentos do escritor colombiano

17 de abril de 2014 | 18h58

"Pode-se estar apaixonado por várias pessoas ao mesmo tempo, por todas com a mesma dor, sem trair nenhuma".

"O sexo é o consolo que a gente tem quando o amor não nos alcança"

"Deixe que o tempo passe e já veremos o que ele traz".

"Aprendi que um homem só tem o direito de olhar um outro de cima para baixo para ajudá-lo a levantar-se."

"Tudo é questão de despertar sua alma."

"Te amo não por quem tu és, mas por quem sou quando estou contigo."

"Não posso calcular a quantidade de dissidentes que ajudei, em silêncio, a emigrar de Cuba. Basta-me a tranquilidade de minha consciência."

"O segredo de uma boa velhice não é outra coisa além de um pacto honrado com a solidão."

"O problema do casamento é que acaba todas as noites depois de fazer amor, e tem que ser reconstruído todas as manhãs antes do café."

"Eu escrevo para que as pessoas queiram mais. Esta é uma das aspirações fundamentais do escritor"

"Depois que faço em meus romances a última leitura, eles já não me interessam. O livro é como um leão morto"

"Quando não escrevo, morro. Quando escrevo, também"

"Como escritor me interessa o poder, porque ele resume toda a grandeza e a miséria do ser humano"

Tudo o que sabemos sobre:
gabrielgarciamarquez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.