Françoise Sagan é condenada à prisão

Autora de livros como Bom Dia Tristeza e Minhas Melhores Lembranças, a escritora francesa Françoise Sagan, de 66 anos, foi condenada ontem a um ano de prisão, com direito a sursis, por fraude ao imposto de renda de 1994. A sentença foi proferida por um tribunal de Paris. A escritora, cujo processo foi adiado em várias oportunidades, não compareceu à audiência alegando problemas de saúde.Françoise Sagan é acusada de ter escondido do fisco francês cerca de US$ 723 mil. O dinheiro foi utilizado para pagar obras de reforma em sua mansão de Barneville, no norte da França, devastada por um incêndio em 1991. Para tornar a história ainda mais complicada, a quantia teria sido dada a Françoise por um empresário, como forma de "agradecimento" por ela ter intercedido a seu favor junto ao ex-presidente François Miterrand. Pierre Haik, o advogado da escritora, alegou que ela jamais tentou esconder o dinheiro da receita, apenas "confundiu-se" em suas contas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.