França vai ter canal de notícias tipo CNN

Para fazer um contraponto à influência das redes de TV CNN, americana, e BBC, britânica, a França vai lançar seu próprio canal internacional de notícias em 2005. É o que anunciou o primeiro-ministro do país, Jean-Pierre Raffarin. Ele informou que o canal será metade estatal e metade privado, através de uma parceria com a empresa de mídia TV1. ?Este canal vai promover uma visão francesa que é mais necessária do que nunca no mundo de hoje?, disse o premier francês. A idéia de criar um canal internacional de notícias francês é discutida há mais de uma década. Mas os esforços por sua criação foram impulsionados pela série de eventos de antes, durante e depois da invasão anglo-americana no Iraque. Em abril, o governo começou a coletar dinheiro para lançar o projeto.A nova rede já foi apelidada de CNN francesa, o que irritou os diretores da CNN de verdade, cuja sede é em Atlanta. Em carta ao diário francês Le Figaro, o presidente da CNN International, Chris Cramer, disse que ?a CNN nunca foi e nunca será instrumento de um governo?. A carta do executivo vai totalmente contra uma enxurrada de críticas ao comportamento editorial da CNN após o 11 de setembro, visto por muitos como extremamente parcial e dado a patriotadas. Além de propor a ?visão francesa? sobre os acontecimentos mundiais, o novo canal de notícias francês vai procurar seu público entre os árabes e muçulmanos em geral. A popularidade do presidente Jacques Chirac no mundo islâmico subiu às alturas com sua persistente oposição à guerra dos Estados Unidos e Grã-Bretanha contra o Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.