França quer cobrar direito autoral pela imagem do Cristo Redentor

A Sociedade de Autores e Compositores Dramáticos da França quer cobrar os direitos autorais pela utilização da imagem do Cristo Redentor. O pedido, encaminhado à Sociedade Brasileira de Autores (SBAT), foi feito em nome da família do artista Paul Landowiski, responsável pela execução da escultura. A informação é do vice-presidente da SBAT, Bemvindo Sequeira. "A lei brasileira impede o pagamento, porque depois de 15 anos em logradouro público, a obra se torna domínio público. Os franceses são tão organizados que estão pedindo o pagamento dos diretos autorais. Isso tudo teria que ser feito desde 1932", explicou Sequeira. Para ele, essa é uma prova de que a questão do direto autoral é levada com seriedade em outros países.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.