França paga 7 milhões de euros por memórias de Casanova

Manuscritos contendo quase 4 mil páginas eram dados como perdidos desde o final da 2ª Guerra Mundial

Galina Polonskaya, da Reuters,

20 Fevereiro 2010 | 12h06

 

PARIS - A Biblioteca Nacional da França comprou as memórias do famoso amante veneziano Giacomo Casanova, que foram consideradas desaparecidas após a 2ª Guerra Mundial.

 

As 3.700 páginas amarelo-desbotadas da "Histoire de ma Vie" de Casanova foram descobertas dentro de uma dezena de caixas que haviam sido movidas para uma caixa-forte antes dos Aliados bombardearem a Alemanha em 1945.

 

 

"Durante a 2ª Guerra Mundial, Liepzig foi bombardeada, porém as caixas foram descobertas no sótão do banco onde foram guardadas. Estavam em bom estado", disse Marie-Laure Prevost, curadora da Biblioteca Nacional da França, à Reuters.

 

"Todo o mundo se comoveu quando este manuscrito foi encontrado". Até mesmo (Winston) Churchill perguntou se os manuscritos haviam sobrevivido", disse Prevost, se referindo ao ex-primeiro ministro britânico.

 

A Biblioteca Nacional da França pagou aproximadamente sete milhões de euros pelas memórias, que Casanova iniciou enquanto trabalhava como bibliotecário em 1789.

 

 

"Os manuscritos de Casanova são a compra mais importante feita pela biblioteca (...) e obviamente é um grande acontecimento sob o ponto de vista cultural e de patrimônio", afirma Bruno Racine, funcionário da biblioteca.

 

Casanova descreve suas aventuras amorosas no texto, que foi modificado continuamente pelo autor até a sua morte em 1798.

 

"É um dos texto mais publicados do mundo, com centenas de edições e (...) sempre foram corrigidos, simplificados, falsificados. Portanto o que é importante para nós é encontrar a verdade autêntica", acrescentou Racine.

 

A compra foi financiada por um doador privado e a biblioteca espera exibir o manuscrito no outono de 2011.

Mais conteúdo sobre:
Casanovamanuscritos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.