Fotógrafo retrata famosos de São Paulo e Bahia

O Espaço Paul Mitchell (ex-Li Photogallery) recebe, a partir desta quarta-feira, um conjunto de fotografias que parecem tentar reencontrar o tempo em que as chamadas personalidades (essas, agora descartáveis em colunas sociais e revistas de fofoca) eram retratadas quase como divindades. A partir de uma série de registros feitos sob encomenda para o publicitário Nizan Guanaes, o fotógrafo de moda Bubby Costa realizou vários retratos de famosos da Bahia e de São Paulo.Desse conjunto - cuja parte baiana será reunida no livro De Corpo e Alma, organizado pelo dono da DM9 -, Costa selecionou 28 retratos, produzidos com uma técnica que acopla spots de luz aos flashes, resultando em imagens que lembram os filmes hollywoodianos das décadas de 40 e 50. As fotografias, todas em preto-e-branco, não passaram por nenhum tipo de tratamento por computador.A foto de Maria Bethânia, por exemplo, mostra a cantora com o rosto escondido sob os cabelos como se olhasse para as mãos que ganharam, graças ao antigo truque de iluminação, um brilho forte, como se ela estivesse segurando algo que brilhasse com muita força. "Quando criamos essa luminosidade, Bethânia começou a cantarolar ´há uma luz em minhas mãos´", lembra o fotógrafo que chegou a falsificar um bilhete em nome de Guanaes para conseguir realizar a fotografia com a cantora.Em contrapartida, Tomie Ohtake tem seu rosto no centro do retrato que mostra a artista com uma tigela na mão, em seu ateliê, em São Paulo. "Procurei misturar os personagens paulistanos para não criar nenhum vínculo com o livro sobre os baianos, que ainda está em fase de finalização", acrescenta Costa. Também estão retratados na mostra Wally Salomão, Mario Cravo, Tom Zé, Cesar Giobbi, Modesto Carvalhosa, Wesley Duke Lee, Caetano Veloso e Jorge Amado.Portrait. Diariamente, das 10 às 18 horas. Espaço Paul Mitchell. Rua da Mata, 70, tel. 883-0300). Até 16/7.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.