Fotógrafo mostra Cuba sem retoques

João Pavese realizou um sonho transformado em uma exposição que poderá ser conferida pelo público a partir de hoje, no Bar Balcão. O jovem fotógrafo, com uma câmera nas mãos e sua inseparável bicicleta, percorreu Cuba de um extremo ao outro, registrando a paisagem, o clima e as pessoas. Durante um mês, Pavese trocou o dia pela noite. "O calor era fortíssimo, o que dificultava muito pedalar a bicicleta e carregar todo o pesado material de fotografia nas costas; então decidi descansar durante o dia e pedalar pela madrugada", conta. Dessa experiência surgiram amizades inusitadas com caminhoneiros e populares que transmitiram ao estrangeiro o cotidiano cubano. "Antes de viajar, fiquei seis meses pesquisando história, costumes, cultura e geografia da ilha. Eu me encantei, principalmente no que diz respeito à Revolução de 1959, e criei uma imagem sobre o país que, depois pude conferir, não correspondia à realidade", diz. Pavese observou a existência de um abismo econômico entre a vida dos sofisticados hotéis e a população. "É uma coisa louca, você vê um ônibus com ar condicionado cheio de turistas ao lado de uma charrete transportando pessoas." Essa discrepância foi registrada em 19 imagens que ficam exposta até o dia 22 de fevereiro. Pavese percorreu 960 quilômetros, de Havana a Santiago de Cuba. "A bicicleta me deu liberdade para conhecer de perto a população, também me permitiu criar uma rota própria e observar melhor todos os detalhes. Espero, com essas imagens, mostrar um pouco da essência do que é viver em um país que está entre o capitalismo e o socialismo." Para obter o resultado desejado Pavese utilizou cromos com revelação alterada, saturando as cores. "Procurei deixar as imagens mais vivas, com cores vibrantes, um clima bem caribenho", brinca. Pavese nasceu em Salvador, em 1974, e começou a fotografar influenciado pelo pai, Julio Alberto Pavese. "Foi ele quem me ensinou todas as coisas. Temos um estúdio em casa; nasci em meio às imagens, elas fazem parte da minha vida desde a infância." A aventura foi realizada sem patrocínio ou apoio.Bar Balcão - Rua Doutor Melo Alves, 150. Tel: 3063-6091. Fotos de João Pavese, de 21 de janeiro a 22 de fevereiro, das 18h às 2h. Abertura às 19h.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.