Fotógrafo brasileiro inaugura em Paris mostra sobre a solidão

O fotógrafo brasileiro Thiago Barros inaugura nesta terça-feira em Paris a exposição "Soledades", que tem como tema a solidão. Com as imagens, Barros conquistou o prêmio Juan Rulfo, em dezembro de 2005. Todas em preto e branco, as fotos permanecerão no cinema Le Latina, na capital francesa, até o dia 30."A solidão foi sempre a grande aliada dos artistas. É nessa atmosfera que as portas se abrem, o discurso criador se impõe e ganha toda sua dimensão de obra", explica Barros, que aprendeu a fotografar aos 13 anos."Busquei imagens que possam dialogar com o vazio, com as paisagens profundas que o homem atravessa, deixando pegadas, sem que saibamos se um dia voltará a passar por ali", disse o artista, quem depois levará a exposição "Soledades" à Casa da América Latina de Paris.O prêmio de fotografia e literatura Juan Rulfo acaba de ser rebatizado União Latina-Martín Chambi em homenagem ao artista peruano, considerado o pai da fotografia latino-americana.

Agencia Estado,

17 de outubro de 2006 | 15h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.