Lucy Nicholson/Reuters
Lucy Nicholson/Reuters

Fotógrafo acusa Rihanna de usurpar imagem em clipe

O 'S&M' não fez tanto sucesso, e o clipe foi proibido em alguns países devido ao seu conteúdo erótico

REUTERS

14 de fevereiro de 2011 | 18h05

O influente fotógrafo norte-americano de moda David LaChapelle foi à Justiça acusando a pop star Rihanna de ter se aproveitado de imagens feitas por ele no clipe da sua música "S&M", segundo documentos divulgados na segunda-feira, 14.

LaChapelle, conhecido por fotografar celebridades para revistas como Rolling Stone, GQ e Vanity Fair, disse que "o vídeo musical foi diretamente derivado e é substancialmente semelhante aos trabalhos de LaChapelle".

Rihanna, de 22 anos, já vendeu mais de 25 milhões de álbuns no mundo todo, mas seu single "S&M" não fez tanto sucesso, e o clipe foi proibido em alguns países devido ao seu conteúdo erótico.

Na ação, o fotógrafo acusa a cantora de ter usurpado oito imagens suas no vídeo - como no trecho em que ela aparece de perfil diante de um fundo azul, com um doce na língua.

LaChapelle argumentou que o clipe imita "a composição, o conceito total, a sensação, o tom, o clima, o tema, as cores, os adereços, cenários, cenografia, figurino e iluminação" do seu trabalho.

A ação não estipula a indenização pleiteada. A porta-voz de Rihanna não foi imediatamente localizada para comentar.

(Reportagem de Basil Katz)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEFOTOGRAFORIHANNA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.