Fotografias do repórter e crítico Jotabê Medeiros são exibidas na Ímã Foto Galeria

Obras são resultado de anos de coberturas e entrevistas do jornalista do 'Caderno 2'

Camila Molina, O Estado de S. Paulo

08 de abril de 2014 | 19h07

"Um bisbilhoteiro privilegiado e que sabe disso", diz o fotógrafo Juvenal Pereira sobre as fotografias que o repórter e crítico Jotabê Medeiros, do Caderno 2, vem realizando há anos durante suas coberturas e entrevistas como um dos principais jornalistas culturais do País. Uma das mais recentes delas, o retrato do abraço dos cantores de protesto Joan Baez e Geraldo Vandré no show que a americana fez em São Paulo, tornou-se o mais bonito registro do histórico encontro. Impressa agora em papel japonês, a obra integra a exposição fotográfica que o jornalista inaugura na Ímã Foto Galeria.

 

 

A mostra apresenta 20 fotografias realizadas por Jotabê Medeiros. A maior parte delas desprende-se do livro que o repórter lançou em fevereiro, O Bisbilhoteiro das Galáxias – No Lado B da Cultura Pop (Lazuli Editora), no qual narra passagens com personalidades da música e de outras áreas culturais. Na edição, o relato do encontro inusitado com Bob Dylan disfarçado de touca e casaco em Copacabana, no Rio, já é um clássico, mas a exposição, com curadoria de Juvenal Pereira, tem sabores a mais.

Não é apenas feita de imagens presentes no livro – e agora autônomas –, como traz cinco fotografias inéditas, dentre elas, a de Joan Baez e Vandré, o grande retrato do sambista Riachão (que ilustra, ao lado, a matéria) e a imagem de apresentação de Doctor Michael White e a Liberty Jazz Band de costas em Nova Orleans, composição com belo fundo azul.

"São sutilezas que o olhar dele capta", diz o curador sobre as obras, citando como exemplo o registro da cumplicidade da cantora Amy Winehouse com seu guarda-costas, que lhe entrega uma taça de vinho durante um show.

Quando Jotabê Medeiros começou a fazer essas fotografias, ele mesmo conta, queria captar para si as "histórias invisíveis" que estavam por detrás dos fatos. "Geralmente, fazia fotos de plateias e muita coisa morreu nos meus computadores", afirma o repórter e crítico, que vai ministrar workshop de jornalismo cultural na Ímã Foto Galeria no dia 26, das 14 h às 19 h.

Com uma câmera descartável de papelão retratou, em 2000, na Inglaterra, o vocalista e guitarrista da banda The Clash (a obra mais antiga da mostra). "É quase uma snapshot que poderia ser capa de disco", opina o fotógrafo Egberto Nogueira – proprietário da Ímã e diretor de vídeo com Jotabê que acompanha a exposição.

"São momentos de pessoas que ele vê. Joseph Beuys dizia que todos nós somos artistas", diz Juvenal Pereira. Na mostra, portanto, as cerca de 20 fotografias selecionadas ganham "etiqueta museológica" com impressão em papel japonês (realizada pela própria galeria).

 

 

 

Nas paredes da Ímã, as imagens têm um percurso fluido, conta o curador. E como "Jotabê escreve tão bem", ele afirma, as legendas que as acompanham são trechos do próprio livro do jornalista –para as inéditas, novos textos foram feitos.

Mais ainda, duas imagens, o retrato de Maureen "no seu reino" (única personalidade que não é da área de música, especialidade do crítico e repórter) e o do DJ Fatboy Slim "olhando para o mar verde de Salvador", terão versões em caixa de luz (back-lights).

E, como a fotografia de Bob Dylan "é a mais cobiçada", define Juvenal Pereira, ela não apenas é a do grande banner de vinil com moldura iluminada com lâmpadas de LED piscando na entrada da Ímã, como também terá um de seus exemplares, impresso em papel, a ser sorteado durante a abertura da mostra. Aliás, hoje, o evento de inauguração de O Bisbilhoteiro das Galáxias será de festa, com apresentação gratuita do Sexteto de Zerró Santos e com a participação especial da trombonista islandesa Sigrún Kristbjörg Jónsdóttir, de banda de Björk.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.