Fotógrafa Annie Leibovitz é processada em NY por dívida

Uma empresa de investimentos de Nova York processou nesta segunda-feira Annie Leibovitz e disse que a famosa fotógrafa lhe deve mais de 800 mil dólares em taxas, como parte de sua tentativa de garantir um novo acordo financeiro para quitar suas dívidas.

REUTERS

05 de abril de 2010 | 21h21

A Brunswick Capital Partners LP disse em uma ação movida na Corte Suprema de Nova York que Leibovitz contratou a empresa no ano passado para encontrar investidores que a ajudariam a quitar suas dívidas, após a artista enfrentar dificuldades financeiras.

A renomada fotógrafa já retratou famosas personalidades como John Lennon e Michelle Obama.

Segundo o processo, um acordo foi atingido no mês passado, mas Brunswick não recebeu o pagamento de uma cota prevista, nem o valor correspondente a seus serviços e gastos.

A fotógrafa de 60 anos enfrentou dificuldades financeiras no ano passado quando a Art Capital Group ameaçou tomar controle de toda sua coleção de fotografias e duas propriedades por violar os termos de um empréstimo de 24 milhões de dólares.

Mais conteúdo sobre:
GENTELEIBOVITZDIVIDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.