Ford, Eastwood. É Hammer, falando de westerns

Ele já tem site no País, o Armie Hammer Brasil. Por enquanto, o número de acessos ainda é reduzido - algo em torno de dez mil. Mas o número poderá multiplicar-se, e muito, com a próxima estreia de O Cavaleiro Solitário na sexta-feira, dia 12. Por enquanto, Armand Douglas Hammer é conhecido das séries Gossip Girl e Desperate Housewives, e também pelo papel como o par gay de Leonardo DiCaprio em J. Edgar, de Clint Eastwood. Ele faz agora o personagem-título de The Lone Ranger e, mesmo que o público seja atraído para ver Johnny Depp como o parceiro do herói - Tonto -, Hammer está presente em todas as cenas.

O Estado de S.Paulo

07 de julho de 2013 | 02h12

Por que Gore Verbinski o escolheu para o papel? "Precisava de um ator bonito e talentoso. De alguém que passasse honestidade e integridade. E também que tivesse química não com a mocinha, mas com Johnny, que faz Tonto. Afinal, estamos contando a história de Dom Quixote pelo ângulo de Sancho Pança (leia acima). Jerry (Bruckheimer) e eu brincávamos - Johnny e Armie nasceram um para o outro."

Filho de uma família poderosa da Califórnia - o pai é um rico industrial, Michael Armand Hammer, e ele foi criado em Los Angeles e nas Ilhas Cayman, praticando esportes -, Armie possui uma acuidade de olhar pouco comum entre astros, mesmo os mais famosos. Ele jura que não quer ser uma celebridade. Quer bons papéis. Sabe tudo de western. Clint Eastwood? "Os Imperdoáveis é a obra-prima dele. Você conhece outro filme tão bom sobre a hipocrisia social na América?"

Uma frase do diálogo - "É horrível a sociedade em que os homens de bem precisam usar máscaras". "Infelizmente, isso serve para muita gente, em todo o mundo." Seu western preferido? "Gosto muito de Sete Homens e Um Destino, de John Sturges, mas tenho de reconhecer que o fato de ser baseado em Os Sete Samurais, de Akira Kurosawa, ajuda bastante. Kurosawa é um dos grandes, quem ama cinema sabe disso."

Qual sua maior influência para o Lone Ranger? "O John Wayne crepuscular de O Homem Que Matou o Facínora, um grande John Ford. Como o Lone Ranger, que ama a cunhada, ele se sacrifica para que Vera Miles fique com Jimmy Stewart." Na vida, Armie teria esse altruísmo? "No way, amo minha mulher e faria de tudo para conquistá-la." Ela tem ligação com o cinema? "É padeira. Temos uma padaria em San Antonio, onde ela é feliz e eu mais ainda, comendo o melhor pão do mundo, que ela faz." / L.C.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.