Flipoços abre a sua 8ª edição

O legado de escritores nacionais é o tema da feira, que neste ano vai homenagear Vinicius de Moraes e Albert Camus

MARIA FERNANDA RODRIGUES, O Estado de S.Paulo

26 de abril de 2013 | 02h38

A Flipoços abre amanhã sua 8.ª edição com uma novidade: a 1ª Mostra de Cinema. Dois dos filmes a serem exibidos até o dia 5, quando termina o festival em Poços de Caldas (MG), foram baseados em obras dos convidados Ariano Suassuna (O Auto da Compadecida) e João Ubaldo Ribeiro (Deus É Brasileiro), que participam de debate sobre essas adaptações.

O tema deste ano será A Imortalidade na Literatura - O Legado de Nossos Escritores Imortais. Da Academia Brasileira de Letras vão, além de Suassuna e Ubaldo, Sérgio Paulo Rouanet e Evanildo Bechara. Nélida Piñon será a patronesse, e um vídeo com uma mensagem dela será exibido no evento.

Foram convidados, ainda, cerca 100 escritores e jornalistas, entre os quais os brasileiros Marcelino Freire, Miriam Leitão, Antonio Geraldo Figueiredo Ferreira, Laerte, José Castello, Edson Amâncio, Sérgio Abranches, Elizabeth Lorenzotti, Jaime Prado Gouvêa e Mário Magalhães, o peruano Pedro Granados, autor de Prepucio Carmesí, o português Luis Miguel Rocha, que lançou aqui, entre outros, A Mentira Sagrada e terá A Filha do Papa editado em breve, e o mexicano radicado no Brasil Juan Pablo Villalobos.

Vinicius de Moraes e Albert Camus, cujos centenários são celebrados este ano, vão ser lembrados no evento que prestará homenagem também ao escritor Hugo Pontes, de Poços de Caldas, e à Livraria Cultura.

O festival inclui ainda programação infantil - com contação de histórias, teatro e brincadeiras -, um encontro com da periferia e uma feira de livros.

A Flipoços vem crescendo nos últimos anos, mas os desafios ainda são grandes. "Faltam recursos para investir mais em inovações e estrutura. Não conseguimos captar a totalidade dos recursos que as leis nos permitem, mas mesmo assim fazemos milagres que se materializam nesta festa única", comenta Gisele Corrêa Ferreira, idealizadora e organizadora da feira que recebeu, em 2012, 30 mil visitantes. Segundo ela, o festival custa R$ 300 mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.