Divulgação
Divulgação

Flip 2010 confirma primeira autora do evento

Professora de literatura inglesa ela escreveu 'Lendo Lolita em Teerã', traduzido em 32 línguas

Teresa Ribeiro, do estadão.com.br,

18 de março de 2010 | 15h42

A iraniana Azar Nafisi, autora de Lendo Lolita em Teerã, é a primeira mulher confirmada para a Festa Literária de Paraty (Flip), que ocorre entre os dias 4 e 8 de agosto. Seu livro ficou 117 semanas na lista de best sellers do New York Times, além de ter sido traduzido para 32 línguas.

 

Em Lendo Lolita em Teerã, Azar conta a saga de oito mulheres que liam escondido os clássicos da literatura Ocidental proibidos em seu país, como Orgulho e Preconceito, Madame Bovary e Lolita. Já em seu livro lançado mais recentemente por aqui, O Que Eu Não Contei, a autora trata da relação entre o passado de sua família e a história do Irã. Os dois livros foram publicados pela editora Record.

 

Azar Nafisi é professora universitária nos Estados Unidos. Vive em Washington. Leciona ética, cultura e literatura do Foreign Policy Institute, da Universidade norte-americana de Johns Hopkins, como professora visitante. Na adolescência, ela saiu do Irã para estudar na Inglaterra, onde fez doutorado sobre literatura inglesa e mais tarde voltou ao seu país. Viveu por 18 anos em Teerã, lecionando literatura, mas foi expulsa da Universidade de Teerã por se recusar a usar o véu.

 

A Flip já havia anunciado outros nomes de escritores que vão participar do evento: Terry Eagleton, William Boyd, Abraham B. Yehoshua, Salman Rushdie e Colum McCann.

Mais conteúdo sobre:
Azar Nafisi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.