Fisiculturismo como coisa de loucos

As Aventuras de Balto

LUIZ CARLOS MERTEN, O Estado de S.Paulo

08 de dezembro de 2012 | 02h08

14H45 NA RECORD

(Balto - Wings of Change). EUA, 2004. Direção de Phill Weinstein.

O lendário Balto lidera a matilha de cães do correio, mas agora seu filho, Kodi, ele e o restante da cachorrada enfrentam o desafio de suas vidas - por conta do desenvolvimento tecnológico, os cachorros poderão ser substituídos por avião. Animação não destituída de charme. Reprise, colorido, 78 min.

Beethoven

16 H NA RECORD

(Beethoven). EUA, 1992. Direção de Brian Levant, com Charles Grodin, Bonnie Hunt, Dean Jones, Oliver Platt, Stanley Tucci, David Duchovny.

Família adota filhote e ele se transforma num imenso são-bernardo. Comédia simpática - que deu origem a uma série. Espectadores de uma faixa mais velha acharão divertido ver o herói das comédias familiares da Disney nos anos 1960 - Dean Jones - na pele do vilão que quer utilizar Beethoven em seus experimentos. Reprise, colorido, 82 min.

O Fantástico Mundo do

Dr. Kellog

22 H NA REDE BRASIL

(The Road To Wellville). EUA, 1994. Direção de Alan Parker, com Matthew Broderick, Anthony Hopkins, Bridget Fonda, John Cusack, Dana Carvey, Lara Fynn Boyle.

No começo do século passado, casal vai parar no spa de um certo Dr. McKellog (o inventor dos corn flakes). Com base no comic book de T. Coraghessan Boyle, o diretor Parker critica a obsessão do fisiculturismo. Anthony Hopkins faz a sua versão do cientista louco. Grande diversão - mas o filme é desigual. Reprise, colorido, 117 min.

O Máskara

22H15 NO SBT

(The Mask). EUA, 1994. Direção de Charles Russel, com Jim Carrey,

Cameron Diaz, Peter Riegert.

Jim Carrey virou astro por seu papel como pequeno burocrata cuja vida se transforma quando ele usa máscara - e ela liberta seus instintos mais selvagens. Grande diversão. E Cameron Diaz, fazendo a pin-up, também deu aqui um upgrade em sua carreira. Reprise, colorido, 98 min.

Fabricando Tom Zé

22H30 NA TV BRASIL

Brasil, 2007. Direção de Décio

Matos Jr.

Na série de documentários musicais que assolam o cinema brasileiro, este é dos melhores, dando conta da complexa personalidade do artista enfocado. Entre os que dão depoimentos sobre Tom Zé estão Gilberto Gil, David Byrne e Caetano Veloso. Como Tom Zé é ligado ao tropicalismo - por meio de composições como São Paulo, Meu Amor -, não deixa de ser interessante ligar o cartaz da TV Brasil a outros documentários em exibição nos cinemas, como Tropicália e Pretérito do Futuro. Reprise, colorido, 89 min.

Garapa

23H15 NA CULTURA

Brasil, 2008. Direção de José Padilha.

Entre Tropa de Elite 1 e 2, o diretor Padilha fez dois documentários - este, que discute a fome no Nordeste, e Segredos da Tribo, que investiga conflitos entre antropólogos por causa dos ianomamis. Contundente. Reprise, preto e branco, 96 min.

Um Olhar do Paraíso

23H20 NA GLOBO

(The Lovely Bones). EUA, 2009. Direção de Peter Jackson, com Mark Wahlberg, Rachel Weisz, Susan Sarandon, Stanley Tucci, Saoirse Ronan.

Entre a trilogia O Senhor dos Anéis e O Hobbit, que estreia no dia 19, o diretor Jackson fez apenas dois filmes - o remake de King Kong e esta adaptação de best-seller de Alice Schold sobre garota que é assassinada por vizinho e, de outra dimensão, acompanha o sofrimento de sua família e a caçada ao criminoso. A tecnologia de ponta dá um caráter surreal ao mundo visto de um outro tempo e espaço. Benfeito, mas não muito mais que isso. Inédito, colorido, 135 min.

Emmanuelle: Deusa do Sexo

2H30 NA BAND

(Emmanuelle Sex Goddess). EUA, 2003. Direção de Yamie Philippi,

com Natasja Vermeer, Molly Green, Sid Shatton, Abigail Spielberg.

Diversas atrizes se revezaram no papel de Emmanuelle desde a primeira (e melhor), Sylvia Kristel, que morreu há pouco. Aqui, a bela Natasja Vermeer fica solitária, mas uma deusa lhe abre possibilidades infinitas de prazer - e ela dá plena vazão à sua libido. Reprise, colorido, 90 min.

Paragem do Tempo

2H30 NA TV BRASIL

Brasil, 2009. Direção de Carolina

Berger.

Volta o documentário que investiga cidade do Rio Grande do Sul que se desenvolveu em torno da mítica ideia de possuir uma grande jazida de cobre. Quando se constatou que não era nada disso, Minas do Camaquã virou a própria cidade fantasma. Interessante. Reprise, colorido, 52 min.

O Homem da Lei

2H50 NA REDE BRASIL

(Lawman). EUA, 1971. Direção de Michael Winner, com Burt Lancaster, Robert Ryan, Lee J. Cobb, Robert

Duvall, Shree North, Joseph Wiseman.

Robert Ryan está excepcional e supera o próprio Burt Lancaster neste western em que o segundo faz xerife que chega a cidadezinha em busca de um pistoleiro e tem de enfrentar a comunidade inteira, que fica contra ele. Os faroestes do diretor Winner eram bem bons, antes de ele se perder na série Desejo de Matar, com Charles Bronson. Reprise, colorido, 98 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.