Final de 'Vidas Opostas' bate recorde de audiência

Bruce Willis e seu Duro de Matar seriam fichinha perto do final de Vidas Opostas, novela da Record que terminou anteontem. Não, não por obra das cenas primorosas de ação, e sim pelo abuso na pancadaria. Espancamentos, tiroteios, mortes e sangue, muito sangue, tomaram conta do encerramento da novela, que bateu seu recorde de audiência.O último capítulo do folhetim, no ar das 22h03 às 23h32 , registrou média de 25 pontos e 40% de share (participação da emissora no total de ligados), mantendo a Record por 44 minutos na liderança do Ibope. A Globo manteve a liderança no horário total, com 27 pontos. O SBT registrou 4 pontos no período. Os dados são de São Paulo, onde cada ponto equivale a 54,4 mil lares.Foi o melhor índice já registrado por um folhetim da Record. Antes de Vidas Opostas, o recorde pertencia a Prova de Amor, em 17 de julho de 2006, com 23 pontos de média. Vidas Opostas vinha registrando patamar de 15 pontos.Grande parte desse ibope esperava pelo desfecho do vilão Jacson (Heitor Martinez), que após matar metade do elenco, acabou morto nos braços de sua amada. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.