Fim de semana tem 3 estréias no teatro

Três montagens de estilos bem diferentesestréiam neste fim de semana na cidade de São Paulo, ampliandoas opções para o espectador. Sábado, no Teatro Fernando Azevedo,estréia Mefisto - Romance de Uma Carreira, dirigida porEraldo Rizzo tem 20 atores no elenco, é fruto de um longoperíodo de ensaios - um ano e meio - e tem ainda como seu melhortrunfo, o texto integral criado pela diretora francesa ArianeMnouchkine a partir do romance de Klaus Mann. A condição doartista num mundo ´enlouquecido´ é o tema do drama Insanos eVerdadeiros, que estréia amanhã na Sala Arte do TBC. E depoisdo divertido ´besteirol´ Rumo Ao Planeta Boing, uma turma decomediantes de Brasília volta ao Teatro Folha com Sexo - AComédia. O diretor de Mefisto é professor na Escola Ewertonde Castro. Há dois anos, um grupo de alunos sugeriu a montagemdo texto que narra a trajetória de um ator que ´vende a alma aoDiabo´, compactuando com a ascensão do nazismo. "Disse que elesnão estavam preparados para uma empreitada dessa envergadura esó aceitaria dirigi-los caso eles estivessem disponíveis para umlongo e intenso período de trabalho. E eles toparam." Foram quase dois anos de seminários, aulas de corpo evoz, leituras, e muito trabalho sobre textos como Terror eMiséria no 3.º Reich, de Brecht, antes de começar otradicional ensaio com o texto da Ariane. "Ao tomarconhecimento da forma como trabalhamos, Ariane não só cedeu osdireitos, como decidiu não cobrar por isso." A peça falabasicamente sobre um homem que abre mão de seus valores éticospelo sucesso na carreira e de uma sociedade contaminada pelacorrupção e violência. "Também vivemos um período de extremaviolência e degradação de valores éticos." Uma das exigênciasde Ariane foi a manutenção de seu texto na íntegra. "Se nooriginal a história está centrada no ator, na adaptação daAriane a trupe ganha nova dimensão. É sobre ela, toda a trupeteatral, que gira a história." É também a partir de um olhar cuidadoso sobre asrelações humanas que Rodrigo Arrigoni escreve sua primeira peça,Insanos e Verdadeiros, que ele próprio dirige em parceriacom Hermano Leitão. Um poeta está para receber alta do hospícioonde está internado e ali alguns internos "representam" paraele cenas de suas vidas que provocaram suas internações, entreelas, por exemplo, o pânico gerado pela violência urbana. JáSexo - A Comédia, como o nome indica, pode atrair quem buscano teatro o riso irreverente. Serviço - Insanos e Verdadeiros. De Rodrigo Arrigoni. Dir. RodrigoArrigoni e Hermano Leitão. Dur.: 1h15. 6.ª e sáb., às 21h30;dom., às 20h30. TBC. Rua Major Diogo, 315, tel. (11) 3115-4622. Até outubro. Mefisto - Romance de Uma Carreira. De Ariane Mnouchkine. Dir.Eraldo Rizzo. Dur.: 2h50. 6.ª e sáb., às 20 h; dom., às 18 h. R$10. Teatro Fernando Azevedo. Praça da República, 53, tel. (11)3255-1384. Até 1/9. Sexo - A Comédia. Texto, direção e interpretação Cia. de ComédiaOs Melhores do Mundo. Dur.: 110 min. 6.ª, às 21 h; sáb., às 20 e22h30; dom., às 20 hs. R$ 25 e R$ 30 (sáb.). Teatro Folha. Av. Higienópolis, 618, tel. (11) 3823-2323. Até 1/9.

Agencia Estado,

01 de agosto de 2002 | 18h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.