Fim da crise na "Família Soprano"

O ator James Gandolfini, que vive o mafioso Tony Soprano na série Família Soprano, retirou o processo judicial que moveu contra o canal HBO, de acordo com a BBC. Ele processou o canal, que produz e exibe o seriado, para aumentar o seu cachê. Após negociações, Gandolfini concordou com os valores de seu contrato atual, que prevê um cachê de US$ 400 mil por episódio. Ele queria passar a ganhar US$ 1 milhão por episódio. O fim da disputa judicial foi confirmado nesta quarta-feira pelo executivo chefe do HBO, Chris Albrecht. ?Estamos felizes de que o grande Jim Gandolfini vai voltar ao trabalho no papel que ele criou com tamanha distinção?, disse o agora amistoso executivo do HBO. Sem processos pelo caminho, uma quinta temporada de Família Soprano se torna mais provável. A briga na Justiça estava prestes a atrasar a produção da série. O HBO chegou a suspender o início da gravação dos novos capítulos, marcado para o próximo dia 24. Família Soprano é a jóia da coroa do canal. O seriado foi indicado a mais de 50 Emmys, o Oscar da TV dos Estados Unidos, em seus cinco anos de vida.

Agencia Estado,

19 de março de 2003 | 20h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.