Filó canta história das Copas e jazz de Deanna em SP

Filó Machado atende o telefone com uma voz baixinha, como se estivesse não querendo incomodar ninguém, parecendo também que acabara de acordar. Diferentemente da voz inconfundível e da contagiante alegria, ele estava muito quieto. Na semana passada, antes do seu primeiro show em Belém (PA), o músico que já esteve nos quatro cantos do mundo em seus 49 anos de carreira, subiu ao palco com uma absurda dor no maxilar. "Eu forcei o maxilar enquanto estava dormindo e inflamou um nervo. Fiz a apresentação com o lado esquerdo latejando de dor. E tô na cama, tomando remédio e tudo. Mas na hora, eu mando brasa mesmo com dor. Às vezes, só volta a doer mesmo depois."

ROGER MARZOCHI, Agência Estado

17 de junho de 2010 | 13h03

Falar em ''mandar brasa'' no que diz respeito às apresentações de Filó é pleonasmo. Primeiro, por causa do calor que ele transmite aos seus ouvintes com seu swing brasileríssimo. E, segundo, porque o mês de junho está carregado de apresentações incendiárias. Amanhã, ele apresenta "As Canções e as Copas", com músicas que faziam sucesso em cada ano das competições realizadas desde 1950, no Sesc em Santos-SP.

O projeto foi idealizado pela sua filha e também produtora Camila Machado e por Nadja Soares e Ademir Soares. "O Ademir fez um resumo sobre o que se passava em cada Copa de 1950 prá cá. E a gente vai tocar músicas como ''Toradas em Madri'', ''Choro bandido'', ''Cadê Teresa'', ''As rosas não falam'', ''O mundo é um moinho'', ''Carinhoso'', ''Trem das onze'' e ''Jogral'', música minha e do Djvan." Além de Filó, comandante do time, estarão em campo Pichú Borrelli ( baixo), Fabio Leandro (piano), Paulinho Vicente (bateria), João Paulo Barbosa (sax) e participações especiais de Zé Luiz Mazziotti e Celso Lago.

Mas o jogo já começa hoje, quando estará no palco com a pianista americana Deanna Witkowski, no Ao Vivo Music, em São Paulo, com reapresentação no dia 22, no All of Jazz. O encontro com Deanna ocorreu há uns quatro ou cinco anos, após Filó gravar "Jazz de Senzala" (2004), com a participação do saxofonista e clarinetista Harvey Wainapel e mais outro grande time em campo: Toninho Horta (voz e violão), Arismar do Espírito Santo (Violão de 7 cordas), Vinícius Dorin (sax tenor), Tibô Delor (baixo acústico), Thiago do Espírito Santo (baixo fletless), Mário Rocha (Trompa), Tânia Campos Kier (viola), Lara Ziggiotti (violoncelo), Léa Freire e Teco Cardoso nas flautas e André Nunes e Oxana Dragos nos violinos. "Ele (Wainapel) falou muito de mim para Deanna, e quando ela veio para o Brasil, nos conhecemos. Tocamos juntos nos Estados Unidos com o Trio dela, e depois da visita dela ao País, voltaremos neste ano com shows lá."

A pianista e compositora, ganhadora do prêmio Great American Jazz Piano Competition em 2002, formará em São Paulo a banda com Sidiel Vieira (baixo), Fabio Faustino ( bateria) e João Paulo Barbosa (sax), com arranjos de Filó, voz e violão. "No repertório estão músicas da Deanna, tem músicas minhas também e do Dorival Caymmi, do Jobim." E, no dia 29, Filó volta ao Ao Vivo Music para se apresentar no "Projeto Terças Instrumentais". Simpatias e receitas da vovó para curar o maxilar de Filó podem ser enviadas para o contato em seu site www.filomachado.com.br.

Hoje - Deanna Witkowski trio com participação especial de Filó Machado. No Ao Vivo Music, Rua Inhambu, 229, Moema, São Paulo. Às 22h30. Informações (011) 5052-0072 e no site www.aovivomusic.com.br

18/06 - "As Canções e as Copas", no Sesc Santos, rua Conselheiro Ribas, 136, Santos - SP. Às 21h. Informações (013) 3278-9800 e site www.sescsp.org.br

22/06 - Deanna Witkowski trio com participação especial de Filó Machado. No All Of Jazz, Rua João Cachoeira, 1366. Às 22h. Telefone (11) 3849-1345 e site www.allofjazz.com.br.

29/06 - Projeto Terças Instrumentais - Filó Machado e grupo. No Ao Vivo Music Rua Inhambu, 229, Moema, São Paulo. Às 22h. Informações (011) 5052-0072 e no site www.aovivomusic.com.br. Entrada franca.

Tudo o que sabemos sobre:
músicaFiló MachadoCopa do Mundo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.