Filmes terão mercado investidor

As autoridades financeiras americanas autorizaram a criação da primeira bolsa de investimentos futuros em resultados de bilheteria de filmes. O anúncio foi feito pela companhia Veriana Ventures. É a primeira vez que é dado sinal verde para que uma bolsa trabalhe com ativos que sejam títulos cinematográficos. A decisão do órgão regulador americano saiu, apesar da oposição de Hollywood, que considerou o projeto uma ameaça à estabilidade do setor, alegando que muitos participantes escapariam do controle dos estúdios. A empresa Veriana Ventures assegurou que aplicará às produções o mesmo sistema usado em outros setores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.