Filme traz cenas inéditas da banda

Se as portas da percepção entrassem em colapso, tudo pareceria como é: infinito. Este detalhe do poema de William Blake, que inspirou o nome de uma das bandas mais controversas da história, também inspira o diretor Tom DiCillo em When You"re Strange, primeiro documentário feito sobre a banda que nasceu em 1965 nos câmpus da Ucla (Universidade de Los Angeles), onde Jim Morrison e o tecladista Ray Manzarek estudavam cinema.

Flavia Guerra, O Estado de S.Paulo

31 Julho 2010 | 00h00

Quem pensa que tudo já foi dito, e filmado, sobre o Doors em The Doors, de Oliver Stone, não perde por esperar. When You"re Strange, ainda sem data para estrear no Brasil, não faz revelações bombásticas, mas tem o mérito de trazer imagens inéditas.

Premiado em festivais como Berlim e Sundance, When You"re Strange traz pela primeira vez cenas dos primeiros shows e de sessões em estúdio. Só pelo belo trabalho de pesquisa e edição de DiCillo e equipe, o filme já vale o show. Mas imperdível mesmo é a forma como o diretor mescla cenas de HWY, raro curta experimental que Morrison dirigiu em 1969, com as cenas de arquivo e com a narração precisa de Johnny Depp. DiCillo vai buscar na figura do pai do vocalista algo que ajude a entender melhor sua trajetória. Veterano do Vietnã, ele sempre insistiu que o filho não tinha talento. Morrison não deu ouvidos ao pai, mas talvez sua trajetória autodestrutiva não seja tão incompreensível assim aos fãs que assistirem a When You"re Strange.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.