Filho de Marlon Brando morre aos 49 anos em Los Angeles

Conhecido por assassinar o namorado da irmã, Christian Brando morreu por complicações de pneumonia

REUTERS,

27 Janeiro 2008 | 11h42

Christian Brando, o filho mais velho do ícone de Hollywood Marlon Brando morreu neste sábado, 26, aos 49 anos, por causa de complicações de pneumonia, afirmou o advogado Bruce Margolin. Brando, filho do ator vencedor do Oscar e da atriz galesa Anna Kashfi, ficou conhecido após assassinar o namorado de sua irmã no dia 16 de maio de 1990. Ele estava hospitalizado no Centro Médico Presbiteriano de Hollywood desde 11 de janeiro com pneumonia. Sua ex-mulher, Deborah, disse ao site da revista People que ele estava em coma e precisava do auxílio de respiradores. Representantes do hospital não quiseram fazer comentários.   Crime Christian Brando atirou e matou Dag Drollet depois que sua irmã Cheyenne lhe disse que o namorado de 26 anos havia batido nela. A prisão dele virou manchete internacional. Marlon Brando fez um apelo emocionado por leniência em nome de seu filho mais velho em corte da Califórnia. Christian Brando admitiu a culpa e foi sentenciado a 10 anos de prisão. Ele ficou quase cinco anos atrás das grades até ser libertado. Ele disse ao Los Angeles Times em uma entrevista em 1991 que nunca teve a intenção de matar Drollet, mas que a arma disparou acidentalmente enquanto os dois brigavam. "Eu apenas sentei e assisti à vida esvair daquele rapaz", disse Brando ao jornal. Cheyenne cometeu suicídio em 1995, aos 25 anos, enforcando-se na casa da mãe, no Tahiti. Marlon Brando, considerado um dos maiores atores de sua geração, ganhou o Oscar por "Sindicato de Ladrões" e "O Poderoso Chefão". Ele morreu em 2004 aos 80 anos.

Mais conteúdo sobre:
GENTE BRANDO FILHO

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.