Filha caçula de uma Lapa que nunca dorme

A Lapa carioca vive novos dias de explosão criativa. Nas ruas do bairro se respira história há tempos: Carmem Miranda, Lamartine Babo e Machado de Assis são só alguns dos nomes que viveram por lá. Uma lógica que só acontece ali e em Salvador faz com que artistas nasçam, cresçam e se realizem em um bairro acostumado a consumir o que produz. Thais Macedo (foto) é sua mais nova cria. Tratada com carinho por Carlinhos Sete Cordas, outro lapeano que não sai do bar Carioca da Gema, tem força no palco, uma voz firme e grave que, se vacilar, faz lembrar Ivete Sangalo - o que nem sempre é bom. Mas a moça tem tino para escolher repertório, apesar de seus 22 anos. Seu primeiro disco, O Dengo que a Nega Tem, traz sambas quentes de Luiz Carlos da Vila, Moacyr Luz, Roque Ferreira, Tuninho Nascimento, Zé Luiz do Império. Thaís faz tudo certinho e tem os melhores músicos a seu dispor. Só lhe resta subir umas ladeiras a mais para que venha aquilo que difere os grandes dos normais: a urgência para ser escutada mais de uma vez.

Julio Maria, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2011 | 00h00

OUÇA TAMBÉM

NOMES DE FAVELA

Artista: Moyses Marques

Álbum: Moyses Marques

Preço: R$ 26

THAIS MACEDO

O DENGO QUE A NEGA TEM

Independente

Preço: R$ 30

BOM

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.