Filarmônica Camargo Guarnieri apresenta sinfonia inédita

A Filarmônica Jovem Camargo Guarnieri informou, por meio de nota enviada à imprensa, que apresentará no domingo, às 11h, concerto aberto com apresentação da peça "Short Sinphony", do compositor armênio Jeff Manookian. A sinfonia será apresentada pela primeira vez no Brasil. O evento ocorrerá no Salão Nobre da Universidade Metodista de São Paulo (Rua do Sacramento, 230, Rudge Ramos, São Bernardo do Campo-SP) e é aberto à comunidade. A entrada é gratuita.

AE, Agência Estado

24 de março de 2011 | 11h06

Anteriormente conhecida por Filarmônica Jovem de São Bernardo, o novo nome homenageia o compositor e maestro brasileiro Mozart Camargo Guarnieri, que trabalhou com o poeta e romancista da literatura brasileira, Mário de Andrade, entre outras realizações a favor da música e cultura nacional. Atualmente, é a única orquestra ativa em São Bernardo e conta com 55 músicos com idades entre 12 e 25 anos. No repertório, constam clássicos da música erudita e obras populares nacionais e internacionais.

De acordo com o texto de divulgação enviado pela Universidade Metodista de São Paulo, a peça de Jeff Manookian, é composta com motivos contemporâneos da cultura musical. "Ela mistura bem o moderno melódico com o agradável de ouvir. As músicas são bem diferentes e o público vai se surpreender com a peça, até mesmo os músicos se surpreenderam", disse o maestro da Filarmônica Jovem, Daniel Martins, em entrevista à assessoria.

O texto informa ainda que a orquestra apresentará clássicos de Bach, Mozart, uma peça de Fauré e outra de George Gershwin, que mescla o clássico com jazz. "O cantor erudito Murilo Gambichler, também participará do evento interpretando "Com Te Partirò", canção famosa pela voz de Andrea Bocelli. O grupo tem o objetivo de, no final do ano, apresentar a mesma peça e outras sinfonias brasileiras no Encontro Internacional de Orquestras Jovens que acontecerá na Argentina, onde representarão o Brasil."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.