Figurinos de Beyoncé vão para Hall da Fama do Rock and Roll

A cantora pop Beyoncé pode não ser membro do Hall da Fama do Rock and Roll, mas seis de seus figurinos serão exibididos lá na semana que vem, fazendo dela a primeira artista não agraciada com a honraria a aparecer no museu de Cleveland, normalmente reservado aos já premiados.

KIM PALMER, REUTERS

18 de julho de 2014 | 19h09

A exibição dedicada a seus figurinos está programada para ser inaugurada na terça-feira com o conjunto de body, saia e casaco de couro e renda usado em sua apresentação no Super Bowl de 2013 e o traje de malha de manga única usado no vídeo de "Single Ladies", de 2008.

Beyoncé não pode ser indicada ao Rock and Roll Hall of Fame antes de 2022.

O museu ainda mostra outros cantores contemporâneos na exibição chamada "Right Here, Right Now" (Aqui e Agora), que abriu recentemente em outra parte do edifício e que inclui um smoking que Bruno Mars vestiu no Grammy de 2012, um traje que Lady Gaga usou no vídeo de "Bad Romance", um vestido “hortelã-pimenta” que Katy Perry usou na turnê de 2011 e um body usado por Rihanna wore no clip de "Rude Boy".

O museu do Rock and Roll Hall of Fame foi inaugurado em 1995.

 (Por Kim Palmer)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEBEYONCEFIGURINOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.