Festival tem discos premiados e novos projetos

A terceira edição do BMW Jazz Festival começa na quinta, dia 6, às 21 h, no HSBC Brasil, com o show de Pat Metheny, e termina no domingo, na parte externa do Auditório Ibirapuera, em apresentação gratuita do mesmo Metheny, a partir das 17 h.

O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2013 | 02h07

Na sexta, 7, também às 21 h, a novidade é a banda James Farm. "James" é o nome formado pelas iniciais dos integrantes: o saxofonista Joshua Redman, o pianista Aaron Parks, o baixista Matt Penman e o baterista Eric Harland. "Farm", de fazenda, em inglês, seria a definição do tipo de som orgânico que buscam. Além do James Farm, tocam a baixista e cantora Esperanza Spalding com sua banda e o multi-instrumentista brasileiro Egberto Gismonti, que sobe ao palco com a Orquestra Corações Futuristas, banda formada por jovens.

Esperanza Spalding apresenta-se com um big band de 11 músicos e o repertório de seu disco mais recente, Radio Music Society, que também ganhou o Grammy este ano. Uma das profissionais da sua banda é a saxofonista e regente Tia Fuller, que acompanha a banda feminina de Beyoncé, a rainha do R&B. Tia Fuller vai ser solista e reger a orquestra de metais que integra o projeto.

No sábado, também às 21 h, os consagrados Joe Lovano, saxofonista de 61 anos, e Dave Douglas, trompetista de 50, mostram o projeto Sound Prints (alusão à composição Footprints, de Wayne Shorter). A homenagem a Shorter os traz ao Brasil acompanhados de Lawrence Fields (piano), Joey Baron (bateria) e Linda Oh (baixo). O show que trazem foi apresentado no ano passado no North Sea Jazz 2012, em Roterdã.

Além de Lovano e Douglas, o sábado terá o notável pianista Brad Mehldau, acompanhado do seu trio - e, no meio, o garoto prodígio Johnathan Blake. / J.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.