Festival lamenta conflito de Panahi

A Berlinale lamentou ontem que a inclusão do filme Pardé, do diretor iraniano Jafar Panahi, na última edição do festival, possa gerar problemas para o cineasta. "Esperamos que não sofra consequências jurídicas", afirmou um porta-voz do evento, que terminou domingo. Panahi ganhou, inclusive, o Urso de Prata de melhor roteiro na ocasião. Autoridades iranianas classificaram de "ilegal" a projeção de Pardé na Berlinale. Panahi rodou o filme, apesar de o regime de Teerã tê-lo condenado, em 2010, a 6 anos de prisão e a 20 de inabilitação professional. A obra foi apresentada no festival alemão por seu codiretor, Kamboziya Partovi. / EFE

O Estado de S.Paulo

20 Fevereiro 2013 | 02h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.