Festa da APCA reúne celebridades no Municipal

Na festa de premiação da Associação Paulista dos Críticos de Artes (APCA) para os melhores de 2005 começou às 20h15 da terça-feira no Teatro Municipal e durou até as 23 horas. Após um breve discurso sobre a história da entidade que este ano completa 50 anos, a presidente da APCA, Leila Reis, cedeu o lugar para Marília Gabriela e Luis Melo chamarem ao palco os destaques de 2005 nas áreas de artes visuais, cinema, dança, literatura, música popular, rádio, teatro, teatro infantil e televisão (este ano não houve quórum para eleger os melhores em música erudita). Presenças ilustres como a do bibliófilo José Mindlin e da estrela do teatro, do cinema e da TV Fernanda Montenegro abrilhantaram a festa. Aplaudidíssimo, Mindlin recebeu o prêmio por Carlos Nejar, vencedor na categoria prosa poética pela obra O Poço dos Milagres e brincou: "vou comunicar ao Nejar que ele foi muito aplaudido!?, disse, arrancando risadas do público. Entre as celebridades premiadas, a grande dama do teatro e da televisão Fernanda Montenegro e o diretor e dramaturgo José Celso Martinez Corrêa. Em dança, entre os premiados estavam o Grupo Corpo, que recebeu o grande prêmio da crítica, os projetos Todos os Doze, da Cia. 2 Balé da Cidade de S. Paulo, e o Dança em Pauta, do CCBB. A curadora Ana Francisca Ponzio dedicou o prêmio à consagrada bailarina Marilena Ansaldi, que subiu ao palco e agradeceu a homenagem em vida. Em artes visuais, a fotografia de Claudia Adujar exposta na Pinacoteca do Estado e a exposição do artista mineiro Farnese de Andrade no CCBB foram alguns dos destaques da programação de 2005.Danilo Santos de Miranda, diretor do Sesc São Paulo subiu ao palco para receber o prêmio pelo projeto especial Disco de Ouro, do Sesc Pompéia, que levou ao palco da choperia diversos artistas para interpretar os dez grandes álbuns da música popular brasileira, entre os quais Da Lama ao Caos, de Chico Science e Nação Zumbi (1994), Elis e Tom (1974) e Canção do Amor Demais, de Elizeth Cardoso (1958).Entre os premiados da categoria rádio, a Eldorado recebeu o troféu pelo programa Trip, apresentado às sextas-feiras, às 20 horas, na Eldorado FM (92,9), por Paulo Lima, e o programete Chic, da consultora de moda Glória Kalil, que vai ao ar às segundas, quartas e sextas, no Jornal Eldorado AM, às 7h45, e também no Panorama Eldorado AM (700), às 11h15. Enquanto Lima agradeceu pelo reconhecimento de um programa que existe há 22 anos, Glória Kalil, disse estar "emocionada por ganhar um prêmio da APCA. Não esperei 22 anos para ganhar este prêmio, nem nada. Eu realmente não esperava receber o troféu" e disse ficar mais feliz ainda por ganhar o prêmio justamente na categoria revelação, depois de tantos anos de carreira.

Agencia Estado,

05 de abril de 2006 | 14h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.