Valéria Gonçalvez/AE
Valéria Gonçalvez/AE
Imagem Direto da Fonte
Colunista
Direto da Fonte
Sonia Racy
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Fernando Henrique Cardoso pode assumir cadeira da Academia Brasileira de Letras

Sociólogo e ex-presidente da República deve ficar com a vaga do jornalista João de Scantimburgo

Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

26 de março de 2013 | 10h42

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso já tem 29 votos para assumir a cadeira da Academia Brasileira de Letras (ABL) deixada pelo escritor e jornalista João de Scantimburgo. O político, que entregará carta à ABL assumindo sua candidatura nesta quarta-feira, 27, quando a vaga será declarada oficialmente aberta, está a pouquíssimos passos de se tornar imortal.

Sociólogo, professor e pesquisador, Fernando Henrique Cardoso escreveu sobre mudança social, desenvolvimento e democracia. Foi senador, ministro das Relações Exteriores e da Fazenda, e presidente da República por dois mandados consecutivos.

Casado com a antropóloga Ruth Cardoso, morta em 2008, e pai de três filhos, FHC nasceu no Rio de Janeiro, em 18 de junho de 1931, numa família de militares.

As obras mais famosas de Fernando Henrique Cardoso são: As Ideias e Seu Lugar: Ensaios Sobre as Teorias do Desenvolvimento; Perspectivas - Fernando Henrique Cardoso: Ideias e Atuação Política; A Arte da Política - A História Que Vivi; Cartas a um Jovem Político: Para Construir um País Melhor; Relembrando o que Escrevi: da Reconquista da Democracia aos Desafios Globais e Xadrez Internacional e social-democracia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.