Felipe Hirsch

Uma playlist para o trânsito de SP, pelo diretor de teatro.

, O Estado de S.Paulo

24 de julho de 2010 | 00h00

1. PSYCHOTIC REACTION - The Count Five.

"Essa tocava na Sex, loja de Malcolm McLaren e Vivienne Westwood. Uma das primeiras bandas psicodélicas de garagem."

2. SO LITTLE TIME - Diana Dors. "A Marilyn Monroe britânica gravou muito pouco. Ouvir isso em vinil é incrível. No carro também é demais."

3. FIRST CUT IS THE DEEPEST - PP Arnold. "Música de Cat Stevens. Essa é a versão definitiva."

4. THE BOTTLE - Gil Scott-Heron & Brian Jackson.

"Clássico de 1974 sobre álcool, do disco Winter in America."

5. SEVEN DAYS TOO LONG - Dexys Midnight Runners.

"Kevin Rowland é um gênio."

6. BLACK WINDS - Little John & The Monks.

"Single raríssimo. Soul music do norte do Reino Unido."

7. THE KISS -Judee Sill.

"Jeff Tweedy, do Wilco, diz que essa é a gravação mais bonita que existe. Heart Food. Prepare-se para minutos melancólicos."

8. GHOST TOWN - The Specials.

"Dub pesado para cruzar por ruas escuras."

9. I GET IDEAS - Tony Martin.

"Versão do tango Adios, Muchachos. Você está no carro, mas bem que podia estar colocando uma moeda numa Jukebox Wurlitzer 1015 Bubbler."

10. I"M GONNA LOVE THAT GUY LIKE HE"S NEVER BEEN LOVED BEFORE - Marion Hutton.

"Para a menina assobiar ao se maquiar no espelho."

11. SPINACH SONG - Julia Lee & Her Boyfriends. "Essa é para ouvir dando umas tragadas no cigarro."

12. FEELING GOOD - Nina Simone.

"A mais cinematográfica da nossa coletânea. Música do brilhante Anthony Newley que foi diversas vezes regravada. Mas nunca como aqui."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.