Feira de arte contemporânea Arco começa em Madri

Treze galerias brasileiras participam do evento que vai até domingo, 23/2

O Estado de S. Paulo,

18 de fevereiro de 2014 | 17h57

 Entre amanhã, 19/2, e domingo, 23/2, ocorre a 33ª Arco Madri, feira internacional de arte moderna e contemporânea da capital espanhola. A edição do evento homenageia a Finlândia e conta com a participação de 13 galerias brasileiras, entre elas, Baró, Dan Galeria, Mendes Wood DM, Vermelho e Galeria Jaqueline Martins. Do Brasil, vale destacar a exibição que a Galeria Marcelo Guarnieri, de Ribeirão Preto (SP), realiza na seção Solo Projects da feira com trabalhos do escultor Rogério Degaki, morto em julho do ano passado aos 38 anos.

 

 

No total, a 33.ª Arco apresentará standes de 164 galerias de 23 países em seu programa geral, além de trabalhos de 55 expositores em suas seções curatoriais. Amanhã e quinta-feira, o evento é dedicado a receber apenas convidados, na sua maioria, colecionadores. Já entre sexta e domingo a feira é aberta ao público nos pavilhões do Ifema. A edição está orçada em 4,5 milhões de euros.

As galerias brasileiras participantes são Anita Schwartz, Baró Galeria, Casa Triângulo, DConcept Escritório de Arte, Dan Galeria, Emma Thomas, Jaqueline Martins, Luciana Brito Galeria, Marcelo Guarnieri, Mendes Wood, Pilar, SIM Galeria, Vermelho e Ybakatu Espaço de Arte. De todas, apenas a Dan Galeria, de São Paulo, não integrou o programa Latitude da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e a ABACT (Associação Brasileira de Arte Contemporânea), que dá ajuda de custo aos brasileiros que participam da feira de arte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.