FBI caça pianista acusado de pedofilia

O FBI acrescentou em sua lista de fugitivos o nome de Eric Franklin Rosser, ex-pianista da banda do cantor de rock John Mellecamp. Ele é acusado de produzir e distribuir material pornográfico infantil. Rosser tem 48 anos e foi visto pela última vez na Tailândia, onde dirigia uma escola de música para crianças. Ele viajava com freqüência aos Estados Unidos e em março foi formalmente acusado, pelo júri federal de Indianápolis, de envolvimento com exploração sexual de seis menores. Rosser participou da gravação do álbum Nothin´ Matters and What If It Did, de Mellencamp. Mas o cantor afirmou em um comunicado que "Erick Franklin Rosser tocou em minha banda até 1979, foi um breve período. E Desde então não tive mais notícias suas?. A secretária de Justiça, Janet Reno, disse que esta é a primeira vez que um acusado de exploração sexual infantil é colocado na lista dos fugitivos mais procurados pelo FBI. Na lista geralmente estão criminosos políticos como: Osama bin Laden - acusado de planejar dois atentados contra as embaixadas norte-americanas na Tanzania e no Kenya em 1998 - e Erick Rudolph - indiciado como cabeça do atentado à bomba durante os Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996.

Agencia Estado,

27 de dezembro de 2000 | 20h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.