Fause mostra o homem vanguardista e sofisticado

A era disco foi evocada por Fause Haten na sua moda masculina no segundo desfile da última noite do MorumbiFashion. A passarela amarela com globos de discoteca pendentes davam a dica. O homem do estilista é sofisticado mas não perde a chance de dar um toque vanguardista: nos cintos de strass, nos tecidos sintéticos plastificados ou nas cores dos acessórios. A coleção de Fause é composta por calças, ternos, bermudas, coletes e camisetas. As calças aparecem mais curtas, ora na altura da canela, ora abaixo do joelho. A modelagem é mais ampla e comporta um cinto que fica fora do passante e abaixo da cintura. O inusitado são os bermudões jeans ou shorts usados com partes de cima elegantes, como o paletó. Nas camisas, que vieram na primeira entrada no tom de cinza claro, apareceram com punhos e golas brancas. Outras versões da peça são desdobradas em manga curta, manga comprida ou sem manga. As gravatas acompanham esta série ou em tons monocromáticos ou com leves estampas em jacquard. O toque de Fause é colocá-las para dentro da camisa dando a impressão de serem mais curtas. As estampas quebram a sobriedade dos costumes e ternos. São xadrezes, bolinhas ou gráficos, assim como na coleção feminina. O glitter em camisetas e coletes dão brilho e glamour.Talvez o mais diferente da coleção sejam os looks em tecidos sintéticos plastificados de preto com recortes em tiras como se fossem feitos com estilete. Nos acessórios, cintos largos em strass ou coloridos e meias divertidas em várias cores como laranja, rosa, turqueza e amarelo usadas com sapatos mais sóbrios pretos com bico quadrado e uma franja sobre o peito do pé.O homem de Fause foi feito para combinar com as mulheres idealizadas por ele. Elegantes e vanguardistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.