Fashion Week homenageia Carmem Miranda

Por sofrer de insônia, Maria do Carmo Miranda da Cunha (Carmem Miranda) costumava desenhar, confeccionar e até bordar suas roupas. Seu estilo peculiar, exuberante e ousado conquistou o mundo e ditou moda. Depois da estréia da ?pequena notável? ou Brazilian Bombshell, como também ficou conhecida, em Nova York, em 1939, cópias de seus turbantes e balangandãs não demoraram a estampar as vitrines americanas. O estilo ?Miranda? ultrapassou os limites das ruas, servindo de inspiração para os estilistas.Após 46 anos de sua morte, a artista será homenageada na São Paulo Fashion Week. Com o propósito de ressuscitar a história do mito pelo viés da (sua) moda e recuperar parte do acervo do Museu Carmem Miranda, a austríaca Swarovski Crystal Components realiza durante o evento uma exposição com cerca de cem peças entre acessórios, roupas, bijuterias, turbantes e sapatos originais, que estão sendo recuperados por peritos da empresa. Nos anos 30, quando a Swarovski lançou peças em cristais para aplicação em roupas e acessórios, Carmem foi uma das pioneiras a abusar dos brilhos em seus figurinos sociais e de shows.Sob curadoria de César Balbi, Chica Chica Boom Chic ocupará uma área de 140 metros quadrados no prédio da Fundação Bienal de São Paulo, onde ainda será instalada uma seleção cronológica de painéis fotográficos. Segundo Carla Assumpção, gerente de Marketing Têxtil da Swarovski, essa será uma exposição didática e interativa com imagem e som. ?O público poderá conferir de perto a alfaiataria, os cortes e os detalhes de cada peça. Em fevereiro, mês de aniversário de Carmem, todo o material restaurado será entregue ao museu?, conta.Presente nos principais pólos de moda ? Londres, Paris, Nova York, Milão e Watens ?, o Creative Service Center da Swarovski também passa a ter uma unidade no Brasil a partir de quinta-feira, quando será inaugurado o Centro Swarovski de Estilo, em São Paulo.Se Carmem fosse viva, como algumas marcas brasileiras vestiriam a Pequena Notável? Em resposta à pergunta, o Centro de Estilo abre sua programação de eventos como a exposição ...E Carmen Vira Moda, na qual M.Officer, Maria Bonita, Blue Man, Valisére, Les Filós e Maurício Medeiros fazem a própria reinterpretação de Carmem Miranda.Decorado por Léo Shehtman, o centro ainda contará com uma ambientação em cristais desenvolvidos para aplicação em projetos de arquitetura e iluminação.

Agencia Estado,

29 de janeiro de 2001 | 22h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.