Wilton Junior/AE
Wilton Junior/AE

Fashion Rio crava tendência do volume nos ombros

Top brasileira Carolina Pantoliano chama a atenção em sua volta às passarelas pela Redley

Roberta Pennafort, de O Estado de S. Paulo,

12 de janeiro de 2010 | 22h55

No vaivém de modelos do Fashion Rio, a história de Carolina Pantoliano chama atenção pelo script fora do comum. Em ascensão no exterior, requisitada por grifes como Marc Jacobs, Prada e Balenciaga para desfiles em Paris, Milão e Londres, rosto de campanha mundial da Benetton, a menina, aos 17 anos, decidiu trocar o glamour e o apartamento em Nova York que dividia com outras modelos pela casa dos pais, no Tatuapé.

 

O mais importante: voltar pra escola. Não foi pressão da família, e sim um desejo dela mesma. "Meus pais nem sabiam quando eu decidi voltar. O principal, pra mim, era terminar o 3º ano (era aluna do colégio Santo Antônio de Lisboa) e prestar vestibular. Passei pra Educação Física na FMU e agora estou esperando o resultado da USP", contou Carol, no backstage do desfile da Redley, no Fashion Rio.

 

VEJA TAMBÉM:
Veja mais fotos

Sim, aos 19 anos, ela mudou de ideia novamente. Nada é definitivo em sua vida neste momento. "No sábado, decidi que queria desfilar, e agora estou aqui. Não tem nada certo, não sei o que vou fazer, se vou começar o curso e trancar... Quero tentar conciliar as duas coisas". A vida até estava boa em Nova York, onde ela morou por dois anos. Mas Carol, que se diz "revolucionária" em relação às outras meninas, começou a se desentender com sua agência (o motivo ela prefere não dizer). Inventou que precisava vir ao Brasil assinar um documento e que embarcaria de volta no dia seguinte.

 

Está em São Paulo até hoje, quase dois anos depois. Por conta das divergências, Carol chegou a se deprimir na temporada no exterior, que começou com um período de experiência em Paris de três meses. Com 1,77 metro, ficou com míseros 43 quilos (agora pesa 50, graças à comidinha de casa e também às aulas de caratê - é faixa marrom). Tudo porque não abriu mão de fazer valer sua vontade.

 

Grife Têca apresenta sua coleção de outono-inverno durante o quinto e último dia de desfiles da semana de moda Fashion Rio. Foto: Wilton Junior/AE

 

"As meninas estão acostumadas com a vida de cidade menor, não sabem o que é uma cidade grande. Mas você não pode aceitar tudo o que te falam, não podem te aprisionar. Eu fui criticada por ter largado, mas sempre tive personalidade forte. As coisas têm que acontecer da maneira certa. Eu sei que meu tempo é agora, mas a ideia é começar a cursar a faculdade e ir vendo as oportunidades", diz Carol, filha da classe média paulistana (a mãe, dona-de-casa, é formada em Biologia; o pai é comerciante).

 

A moça de sobrancelhas marcantes e grandes olhos verdes foi descoberta em 2006. Neste Fashion Rio, ela veio com exclusividade para a Redley. Semana que vem, estará na São Paulo Fashion Week. A Redley, em sua última coleção assinada pelo estilista alemão Jurgen Oeltjenbruns (ele está de partida para Nova York), misturou referências esportivas, praianas e urbanas em sua coleção outono-inverno. Suas blusas, calças, bermudas e vestidos, estes com muitos zíperes, misturam as cores verde, violeta, cinza, marrom, preto e branco. A mochila, um dos símbolos da grife, que, em 2010, comemora 25 anos, não poderia faltar.

 

As meninas usaram vestidinhos curtos e os rapazes, moletons e capas de nylon coloridas. A segunda marca a desfilar ontem foi a R.Groove. Antigo participante do Rio Moda Hype (braço do Fashion Rio para novos talentos, extinto este ano), o estilista Rique Gonçalves é uma das apostas do diretor criativo da semana de moda carioca, Paulo Borges. Gonçalves, que é guitarrista e já teve uma banda, ouviu bastante o último CD do compositor baiano Carlinhos Brown, de atmosfera roqueira, e dele partiu para uma coleção cheia de paletós descontruídos, peças em material de mergulho, capas de chuva (o desfile começou ao som de trovões) e calças com gancho lá em baixo, bem a seu modo.

 

Carol Trentini, a top gaúcha de 22 anos que detém a décima posição no ranking das maiores modelos em atividade elaborado pelo site models.com, referência mundial, era a presença mais aguardada da noite. Carol desfilaria pela Espaço Fashion. O Fashion Rio termina hoje, com Nica Kessler, Patachou, Andrea Marques e New Order - todos estreantes no Rio -, além da Alessa.

 

Na passagem da grife Têca pela passarela, destaque para os vestidos curtos, ora justos, ora soltinhos, com brilho em paetês e ênfase nas cores azul, verde e preto. A estilista Helô Rocha desfilou camurça, tricô e deixou os ombros em evidência, seja com a aplicação de bordados ou com o formato quadrado. Nas estampas, corações e morcegos - a inspiração veio do filme "Fome de Viver", com David Bowie, em que Catherine Deneuve vive uma vampira. Tendo como estrelas as top internacionais Carol Trentini e Ana Beatriz Barros, a Espaço Fashion, das irmãs Bianca e Camila Bastos, fechou a terça-feira com uma coleção de formas alongadas e volume nos ombros - uma das maiores tendências mostradas neste Fashion Rio de inverno.

Tudo o que sabemos sobre:
Fashion Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.