Fashion Business fecha com recorde de vendas no Rio

Bolsa de negócios paralela à semana de moda carioca negocia R$ 370 milhões no mercado interno

Clarissa Thomé, de O Estado de S. Paulo,

11 de janeiro de 2008 | 17h23

O Fashion Business - bolsa de negócios paralela à semana de moda carioca - fechou na quinta-feira, 10, com recorde de vendas para a estação outono/inverno. Foram negociados R$ 370 milhões no mercado interno, um crescimento de 12% em relação à última edição. As vendas para o exterior devem alcançar US$ 15,5 milhões.  Nesta edição, a novidade ficou por conta de um pequeno salão montado no estande da feira, para desfiles técnicos. Ali, grifes mostraram as coleções para os compradores, que vieram de todo o país e de 26 países. "Não fizemos desfilão conceitual, mas apresentações técnicos, objetivas, com no máximo 20 looks. E o comprador pôde ver a roupa no melhor cabide que existe, que é o corpo da manequim", afirmou a organizadora do Fashion Rio, Eloysa Simão. As quatro grifes que desfilaram no salão multiuso - Espaço Fashion, Equatore, Vivaz e Cholet, registraram aumenta de vendas.  Outras grifes também registraram boas vendas nesse edição, entre elas, duas estreantes do Fashion Rio. A Apoena, que reúne cooperativas de bordadeiras de Brasília, vendeu 400 peças só para o Japão. Já a Acomb, formada por cooperativas de costureiras da Cidade Alta, em Cordovil, zona norte do Rio, negociou mil peças.  "Fiquei surpreso com o fato de as compras internacionais de valor maior terem sido feitas por países maduros como Portugal e França. As compras das Filipinas também surpreenderam - somaram US$ 2,5 milhões. Foi surpresa diante das dificuldades com as importações da Ásia (que têm prejudicado o setor têxtil). Conseguimos com criatividade e estilo mandar nossas peças para lá", comentou o presidente da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), Eduardo Eugenio Govêa Vieira.  Eloysa Simão ressaltou ainda o fato de a feira de negócio ter conseguido atrair compradores de regiões do País que tinha pouca participação nas edições anteriores, como Centro-Oeste, interior de Minas Gerais, interior do Rio Grande do Sul e norte fluminense. Cerca de 10 mil pessoas passaram pelo Fashion Business nos quatro dias da bolsa de negócios. A feira atraiu 91 compradores internacionais - 33 convidados pelo evento e 58 espontâneos.

Tudo o que sabemos sobre:
Fashion Business

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.