Fãs de Harry Potter apostam na morte de Dumbledore

O diretor da escola, Alvo Dumbledore, pode ser a próxima vítima. Foram reabertas as apostas sobre a possível morte de Dumbledore, o diretor da escola Hogwarts, no próximo livro da saga Harry Potter, que será publicado em julho na Grã-Bretanha. As apostas sobre o destino de Dumbledore em Harry Potter e o Príncipe Mestiço começaram há oito meses, quando a autora J.K. Rowland confirmou que um personagem-chave vai morrer no próximo livro.Mas elas foram suspensas na terça-feira, depois que o alto número de apostas na morte de Dumbledore levantou suspeitas de um possível vazamento do livro.A editora da série Harry Potter, a Bloomsbury, pediu aos fãs que não levem os rumores tão a sério.Boatos - A autora J.K. Rowling diz que esse é um de seus livros favoritos. Houve grande especulação sobre Harry Potter e a Ordem da Fênix, mas as suspeitas passaram longe", disse uma porta-voz da Bloomsbury.O site de apostas Blue Square suspendeu as apostas na terça-feira, depois das suspeitas de que o manuscrito poderia ter sido lido por alguém, mas elas já foram reabertas.As apostas em massa sobre a morte de Dumbledore vieram da cidade de Bungay, em Suffolk, onde acredita-se que o livro esteja sendo impresso.O sexto livro da série será lançado no Castelo de Edimburgo no dia 16 de julho.A autora J.K. Rowling tomou cuidados para não revelar nenhum detalhe do livro. "O sexto livro é aquilo que eu queria que fosse e mesmo se ninguém gostar dele (e alguns não vão gostar) ele vai estar entre os meus favoritos", escreveu a autora recentemente em seu website.Os livros de Harry Potter já venderam cerca de 250 milhões de cópias em todo o mundo. O último, Harry Potter e a Ordem da Fênix, lançado em 2003, foi um dos livros que vendeu mais rapidamente em toda a história.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.