Famoso retrato de Shakespeare é falso, prova estudo

Cientistas descobriram que um dos retratos mais famosos de William Shakespeare foi na verdade pintado três séculos após a sua morte. O Flowers Portrait, como ele é conhecido, carrega a inscrição do ano 1609, época em que o autor ainda estaria vivo.Historiadores há tempos desconfiavam da suposta data. Após quatro meses de exames, especialistas da National Portrait Gallery, em Londres, confirmaram que o quadro foi mesmo pintado em meados do século 19. Análises científicas mostram que pigmentos do quadro são originários do século 19."Acreditamos que o retrato foi pintado entre 1818 e 1840, exatamente uma época que viu um renovado interesse nas peças de Shakespeare", diz Tarnya Cooper, curadora da National Portrait Gallery. Para David Howells, curador da Royal Shakespeare Company, a descoberta lança uma nova luz neste interesse. "Agora que conhecemos a verdade, podemos colocar o retrato em seu devido contexto", diz ele.O quadro foi doado pela família de Desmond Flower após sua morte à Royal Shakespeare Company, em 1892. O retrato é um dos três que estão sendo examinados em preparação para a mostra Searching for Shakespeare (Buscando Shakespeare) que deve estrear no ano que vem para comemorar os 150 anos da National Portrait Gallery.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.