Família Osbourne faz exigências absurdas para renovar seriado com MTV

Uma casa nova e terapia para o resto davida de seus animais de estimação. Estas foram algumas dasexigências de Ozzy Osbourne e sua família para assinar ocontrato para uma nova temporada de The Osbournes, a misturade reality TV com comédia de situações da MTV americana.Nenhuma delas entrou no acordo final, assinado esta semana -talvez com sangue, segundo uma promessa de Sharon, a "chefe"da família. As negociações do contrato foram tão bizarras quanto atemporada de estréia do show, de acordo com fontes da MTV. Alémde exigências absurdas, Sharon Osbourne, a mulher e empresáriado roqueiro, trocava de negociador o tempo todo, com mudançasquase diárias nos tópicos de discussão. Nem mesmo os mais de 20anos de experiência da emissora de TV a cabo em lidar com popstars, divas e artistas em geral tinham preparado os executivosda MTV para os meses de jogo duro do Príncipe das Trevas e suaturma. No fim das contas, o contrato prevê 20 episódios da novatemporada do show, que vai ser rodado principalmente na mansãoda família em Beverly Hills, ao contrário do que chegou a serdivulgado anteriormente (a idéia inicial era de que o novo TheOsbournes seria gravado na fazenda da família na Inglaterra).Os Osbournes vão ter de lidar com a horda de fãs e turistas quevão até sua porta espiar o cenário de um dos programas de maiorsucesso na TV americana este ano. Já dá para esperar por pelomenos um episódio sobre o assunto no novo programa, que deveentrar em cartaz em outubro ou novembro deste ano. Segundo o The New York Times, a MTV vai pagaralguma coisa entre US$ 5 milhões e US$ 7 milhões para osOsbournes. De acordo com representantes da família, o contratovai garantir US$ 20 milhões. Tudo depende de quanto sucesso anova temporada fizer (outras temporadas estão previstas), davenda do programa para outros países e da comercialização deprodutos em geral, de camisetas a CDs da trilha sonora. Afamília também vai poder vender episódios do show para emissoraslocais americanas, processo chamado de sindicalização, que épermitido por lei apenas depois que entre 88 e 100 episódiosiniciais são produzidos (a temporada original teve apenas 10). De quebra, os Osbournes ainda vão faturar com a promoçãode sua turnê (a Ozzfest, que virou um evento mundial, e está depassagem pela Europa atualmente) e suas carreiras em geral,inclusive a de Kelly, de 17 anos. Estes foram alguns pontos debarganha da MTV durante as negociações, segundo o jornalnova-iorquino. Enquanto os altos índices de audiência (até 8milhões de telespectadores por capítulo, mais do que qualqueroutra série da TV a cabo americana, inclusive Sexo e aCidade e Família Soprano, do HBO) ajudavam os Osbournes emsuas negociações, a MTV podia jogar duro com a promoção dascarreiras musicais de Ozzy e Kelly. A exibição do show na MTV britânica, por exemplo, foiadiada para não coincidir com a passagem da Ozzfest pelaGrã-Bretanha. Ozzy ficou sem promoção grátis para o festival. AMTV americana também disse que não ia exibir o vídeo de PapaDon´t Preach, o cover de Kelly para o hit de Madonna, enquantoo novo contrato não estivesse assinado. O lançamento da carreiramusical da filha é um dos novos projetos pessoais de Sharon. De qualquer maneira, o sucesso da nova temporada é quasecerto. A MTV já deve começar a acertar os anúncios comerciais doprograma, os mais caros para um show da emissora (as exceçõessão o Video Music Awards e o MTV Movie Awards). Os Osbournes,por sua vez, já viraram a típica família americana (que é todabritânica) e foram chamados até de "a versão da MTV para afamília Cosby", do hit The Cosby Show, dos anos 80. Quantoao contrato assinado com sangue, segundo o New York Times,ainda não deu para ter certeza: a cópia para a MTV chegou porfax.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.