AP
AP

Família de Kate Middleton diz estar preocupada com assédio da mídia

A Comissão de Queixas da Imprensa foi acionada pelos familiares

Efe,

07 Abril 2011 | 15h49

Londres, 7 abr (EFE).- A família de Kate Middleton, a noiva do príncipe William, entrou em contato com a Comissão de Queixas da Imprensa (PCC, na sigla em inglês) para manifestar sua preocupação com o que consideram um crescente "assédio" midiático.

A PCC informou que os Middleton não apresentaram uma queixa formal, mas que enviaram uma mensagem aos diretores de jornais, revistas, rádios e televisões, lembrando-lhes as obrigações às quais estão sujeitos pelo código deontológico.

"Podemos confirmar que a família Middleton entrou em contato conosco através de seus representantes e que enviamos uma nota privada de recomendação em 6 de abril advertindo aos diretores que seguissem suas obrigações em virtude do código", disse um porta-voz da PCC à agência local "PA".

A notícia foi divulgada dias depois que Carole e Pippa Middleton, mãe e irmã da futura princesa, foram seguidas por fotógrafos durante um dia de compras em Londres.

Um porta-voz da família real confirmou que não houve uma queixa formal: "A família Middleton e o St James's Palace (residência do príncipe Charles e de seus filhos) continuam agradecidos aos diretores por sua moderação e seu cumprimento do código (deontológico) durante os últimos meses".

Antes de o noivado ser oficializado, Kate já havia recorrido em algumas ocasiões à PCC por considerar que fotógrafos estavam invadindo sua vida privada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.