"Extra Bienal" reúne o trabalho de jovens artistas

No mês das artes na cidade, os jovens artistas também vão sair da toca. Cerca de 40 novos nomes vão protagonizar a mostra Extra Bienal, que reunirá dentro de uma casa no Jardim Europa trabalhos de gastronomia, música, vídeo, cinema, dança, performances, pinturas, esculturas, instalações e gravuras, numa salada apetitosa.A iniciativa é das consultoras Sandra Bighetti e Isabela Prata, que juntas montaram uma empresa - a Extra Arte Contemporânea - cuja idéia é exatamente selecionar obras, encontrar um espaço e apresentá-las ao público. Viajando pelo País em busca de tudo o que há de novo em arte contemporânea, Isabela formou um arquivo de jovens talentos que compõem o acervo da Extra Arte Contemporânea. "Pretendemos suprir algumas lacunas que existem na arte contemporânea brasileira", explica Sandra.A idéia da dupla não é ser nem uma galeria, nem virar "donas" dos artistas. "Na realidade, há poucos espaços para arte contemporânea, tanto em galerias como em museus, mas não queríamos também ficar restritas e ser apenas mais um lugar para mostrar obras de arte. Estamos preocupadas com conteúdo", diz Isabela. Por isso a opção de fazer uma curadoria das obras e mostrá-las ao público dentro de um projeto mais amplo, mesclando diferentes vertentes da expressão artística.Dentro desse conceito, foram realizadas duas mostras Extra. "Fizemos a Extra Oscar Freire e a Extra Moda, paralelamente à São Paulo Fashion Week". As exposições servem de âncora para o trabalho da Extra Arte Contemporânea, que também realiza atendimento para empresas, de montagem de exposições, além da promoção de palestras e do desenvolvimento de um site.Desta vez, a proposta é ser ainda mais abrangente, sem perder o jeitinho descontraído e despretensioso que marca as exposições. "Não temos aqui os top 40, nem pretendemos completar ou concorrer com a Bienal", avisa Isabela.O endereço da Extra Bienal pretende virar, entre os dias 19 a 28 de março, point obrigatório para todo mundo que gosta de arte. "Esta é uma época que muitos artistas, curadores e críticos vêm à cidade, inclusive do exterior, e vai ser ótimo recebê-los lá". Na Extra Bienal também haverá uma programação diária de mesas redondas e, a partir das 20h, serão realizadas apresentações de música, dança e performances. A mostra terá ainda manifestações de vídeo, cinema, esculturas, instalações e pinturas, além de gastronomia, com direito a um bar-café moderninho e uma biblioteca. "Também funcionará uma lojinha, onde serão vendidas edições de artistas, camisetas, livros e CDs", informa Isabela.Há, na exposição, representantes de todo o País. Eder Santos, de Belo Horizonte, apresenta Maqcomp. Já Washington, de Curitiba, é autor da obra Martelo. Camila Sposati, de São Paulo, fez Still Life. Karin Schneider participa com o vídeo Gug Toilet e Tomas Spicolli apresenta seu Avião. Até o estilista Ronaldo Fraga - conhecido por ser o criador mais "cabeça" da moda brasileira - vai expor camisetas. E o Homem Sanduíche, figura que anda aparecendo por São Paulo na entrada de galerias em dias de vernissage e na porta de teatros, certamente estará lá.Extra Bienal, de 19 a 28 de março, na R. Canadá, 132. Entrada franca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.