Exposição traz fotos inéditas de Marilyn Monroe

Durante dez anos, a fotógrafa Eve Arnold se dedicou a fotografar a atriz Marilyn Monroe, um dos maiores símbolos sexuais do cinema americano, morta em 1962. O resultado pode ser visto na Halcyon Gallery, em Londres, que inaugura hoje uma exposição que inclui 28 fotografias inéditas da atriz. ReproduçãoMarilyn aparece em poses descontraídas nas fotos de EveEve Arnold teve acesso a Marilyn para longas sessões de fotos, incluindo uma de dois meses, durante a filmagem de Os Desajustados, de 1960. "Ela confiava em mim. Era ótima para se fotografar", disse Eve.Segundo a fotógrafa, Marilyn "foi esperta o suficiente para perceber que estas fotos eram uma maneira nova de mostrá-la, mais relaxada e mais íntima do que os retratos de estúdio com que estava acostumada em Hollywood".Eve é fotógrafa da agência Magnum. Ela recebeu inúmeros prêmios em sua carreira, incluindo um reconhecimento pelo conjunto de sua obra, da American Society of Magazine Photographers.Refletindo sobre sua carreira, Eve, que hoje tem 94 anos, disse: "Meu passaporte era minha câmera". Ela ainda se diz assombrada pela lembrança de sua amiga Marilyn."Nas fotos, é possível ter uma idéia de como ela se via, e talvez conseguir uma percepção do fenômeno que foi Marilyn Monroe", disse.A exposição pode ser vista até o dia 29 de maio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.