Exposição mostra diálogo de artistas sobre Mediterrâneo

Uma vista aérea do Mar Mediterrâneo, que liga países da África, Ásia e Europa, apresenta-se como uma espécie de pintura abstrata e em movimento em tons de azul escuro e branco (espuma das ondas) na projeção do vídeo "La Mer" (2001), da francesa Ange Leccia. Obra sem som, sua imagem remete à questão das mutações por meio de um ritmo calmo e até poético - e de maneira leve, torna-se emblemática da exposição "A Abordagem Mediterrânea", coletiva com peças de 14 artistas estrangeiros que será inaugurada no sábado no Sesc Pinheiros.

AE, Agência Estado

05 Outubro 2012 | 11h01

Na verdade, a região do Mediterrâneo abriga ebulições com seus territórios imersos em guerras e conflitos, mas a curadora da exposição, Adelina von Fürstenberg, preferiu uma abordagem menos explosiva com sua seleção de obras. "A mostra mistura temas como tradições, economia, crise, guerras através da arte contemporânea, mas de maneira sofisticada", diz a fundadora da ONG Art For The World, baseada na Suíça. Adelina, de origem armênia, afirma que grande parte do povo mediterrâneo imigrou para o Brasil ao fugir da "miséria e perseguição" em seus países. Para a versão da mostra em São Paulo - a coletiva já esteve em Veneza durante a última Bienal italiana e em Marselha -, a curadora quis ressaltar como uma das ligações entre a região e o Brasil, por exemplo, a arquitetura de cidades como de Algéria ou Beirute.

Prevalecem na mostra o vídeo e a fotografia, mas os gêneros não servem ao documental. Um dos destaques da exposição é a instalação "Últimos Gestos" (2009), do albanês Adrian Paci - quatro vídeos, em loop e em câmera lenta mostram uma noiva despedindo-se, melancólica, de sua família, pouco antes de ter de se casar. Já o suíço Jacques Berthet elege oliveiras seculares de Espanha, Portugal, Turquia, Palestina e Israel, entre outras localidades, como tema de suas fotografias em preto e branco. E de uma forma mais específica, o caráter político direto fica por conta da animação do turco Huseyin Karabey sobre o funeral de jornalista morto em Istambul. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

THE MEDITERRANEAN APPROACH

Sesc Pinheiros (Rua Paes Leme, 195). Tel. (011) 3095-9400. 10h30/ 21h30 (sáb. e dom. até 18h30; fecha 2ª). Grátis. Até 13/1. Abertura sábado.

Mais conteúdo sobre:
exposição Sesc Pinheiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.