Exposição homenageia Nijinky

Oitenta e um anos depois de sua última aparição pública, o bailarino russo Vaslav Nijinky será homenageado com uma exposição no Museu d´Orsay, em Paris. Lembrando os 50 anos de sua morte, a mostra é a maior já realizada sobre o artista, que parou de dançar por problemas mentais em 1919, aos 30 anos, mas deixou uma marca indelével no mundo da dança. Com inauguração em fevereiro de 2001, o evento exibirá desenhos e esculturas do bailarino feitos por Rodin, Cocteau, Modigliani e outros.

Agencia Estado,

10 de novembro de 2000 | 13h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.