Divulgação
Divulgação

Exposição em SP reúne 100 obras de Glauco Rodrigues

Mostra que começa hoje na Caixa Cultural abrange as diferentes facetas do artista nascido em Bagé

AE, Agência Estado

29 Junho 2011 | 10h58

No programa da exposição "O Universo Gráfico de Glauco Rodrigues", primeira retrospectiva do trabalho do pintor e ilustrador gaúcho depois da sua morte, em 2004, é Luis Fernando Verissimo quem fala sobre a característica mais marcante do artista. "Na sua obra gráfica, como na sua pintura, o Glauco nunca deixou de dizer: ''Que país curioso este nosso, e que país bonito''". A mostra, que começa hoje, abrange as diferentes facetas de Glauco Rodrigues (1929-2004), que ao longo de sua carreira criou uma linguagem brasileira, fazendo uso de motivos nacionais, como Carnaval, praia e futebol, para criticar e retratar o País.

Nascido em Bagé (RS), Rodrigues começou a pintar em 1945. Anos depois, fundou o Clube de Gravura de Bagé. Já no Rio, participou de importantes exposições, como Opinião 66, no MAM-RJ.

Com curadoria de Antônio Cava, a exposição reúne cem obras, incluindo litografias, serigrafias e linoleogravuras, além de ilustrações para revistas, livros e discos. Um dos destaques são as capas da Senhor, revista nacional publicada entre 1959 e 1964, assinadas por Rodrigues. "São 22 capas. Ele mudava o logo da revista de lugar, fazia a capa com colagens. Para a época, era uma revolução", explica Cava. Outro ponto alto é a série de litografias Praça VX e Arredores (1998). "Nesses desenhos, Glauco pega personagens de 1800 e coloca numa praça atual".

Para o curador, a exposição é uma chance de mostrar as diferentes linguagens pelas quais o artista transitou. "Ele atuou em diversos campos. O Glauco Rodrigues pesquisou uma linguagem brasileira e retratou a nossa esquina, o Brasil, o Rio de Janeiro", destaca. As informações são do Jornal da Tarde.

O Universo Gráfico de Glauco Rodrigues - Caixa Cultural SP. Galeria Vitrine. Av. Paulista, 2.083. Tel. (011) 3321-4400. De hoje a 21/8. De ter. a dom., das 9h às 21 h. Grátis. Livre.

Mais conteúdo sobre:
exposiçãoGlauco Rodrigues

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.