Exposição em Londres mostra como ser um espião

Quem não sonhou alguma vez em trabalhar como espião? Pois uma exposição londrina permite aos admiradores de James Bond colocar à prova suas aptidões e, inclusive, realizarem sua primeira missão.O programa de recrutamento começa no momento em que o visitante entra, por uma porta camuflada, na exposição, "uma oportunidade para descobrir como seria ser agente secreto por um dia", segundo Harry Ferguson, ex-agente do MI6 e apresentador do programa da BBC, Espião.Ali o visitante recebe um cartão especial que o identifica como agente secreto em formação e que terá que manter durante todo o treinamento, no qual comprovará, através de alguns testes, se sua astúcia, capacidade de observação, sigilo e coragem são suficientes para ser como o agente 007.O aspirante se atreve a colocar suas mãos em estranhas caixas sem saber o que há dentro? Tem pulso suficiente para pegar um pavio de dinamite sem saber se vai detonar? É capaz de mexer em uma caixa-forte sem que ninguém perceba e sem deixar pistas?"A espionagem no século XXI é um assunto muito sério, mas é também parte integrante de todas as nossas vidas", explicou Ferguson na apresentação da exposição, direcionada, sobretudo para o público infantil e para aqueles adultos que não deixaram morrer a criança que existe dentro de cada um de nós.Um bom espião deve saber que equipamento precisa em cada momento: o que deve utilizar, por exemplo, se quer ser identificado por outro agente secreto em uma movimentada plataforma de estação de metrô ou como pode passar despercebido.A exposição, aberta até setembro no Museu da Ciência de Londres, também põe à prova as habilidades do candidato para identificar um impostor em um interrogatório, decodificar códigos secretos, disfarçar-se para passar despercebido e achar pistas no lixo de um suspeito.Superado o período de aprendizagem, o espião em formação chega a um centro tecnológico onde pode desde conseguir um cartão de identidade falso, até conhecer todo tipo de equipamentos utilizados no mundo da espionagem.Alguns clássicos, como os óculos de visão noturna, as câmeras ocultas em brinquedos, os microfones ocultos ou dedos falsos para burlar as provas de reconhecimento digital. E outros de última geração, como um leitor de mensagens SMS apagadas ou câmeras submersíveis que podem ser amarradas aos golfinhos para saber o que acontece nos oceanos.Uma vez passadas as provas e inteirados das últimas novidades técnicas, os aprendizes de espiões podem assumir sua primeira missão: infiltrar-se em uma organização fictícia muito enigmática chamada Osteck.Seu objetivo final é um laboratório para a espionagem do futuro, onde os aspirantes a 007 terão que conseguir uma informação vital entre um carregamento secreto de protótipos futuristas, como uma estranha perna com superpoderes, um relógio medidor do estresse ou uma máscara que modifica o aspecto facial.A missão chave durante toda a operação é burlar as câmeras de segurança e conseguir escapar sem ser descoberto.Será que você pode fazer isso?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.