Exposição em Bruxelas mostra arte de deficientes mentais

Trinta artistas e cem obras fazem parte de primeira apresentação do grupo.

Marcia Bizzotto, BBC

25 Janeiro 2008 | 06h45

Uma exposição no centro de artes Le Botanique, em Bruxelas, aberta até o dia 2 de março, destaca obras artísticas feitas por portadores de deficiências mentais. Os 30 artistas fazem parte da associação Créahm ("Criatividade e Deficiência Mental", na sigla em francês), que há 25 anos se dedica a promover a livre expressão entre os deficientes mentais por meio de diferentes modalidades artísticas, como teatro, dança, música e pintura. "Levamos em conta as predisposições de cada um. Para os ateliês de pintura, tentamos trazer pessoas que têm um universo muito pessoal e uma linguagem plástica particular", diz Jeanne Bidlot, uma das coordenadoras do ateliê de pintura da associação. "Antes de tudo, eles são considerados como artistas", acrescenta Bidlot. Cotidiano Com cerca de cem obras reunidas (retratos em acrílico sobre madeira, monotipos e gravuras), esta é a primeira exposição protagonizada pelos membros do Créahm. As pinturas são inspiradas por atividades cotidianas dos artistas, como filmes que assistiram, uma tarde no parque ou um jantar em casa com a família. "Há obras, entre estas, que haviam sido compradas dos ateliês (do Créahm) por colecionadores", conta François Delvoye, organizador das exposições do Le Botanique. "Decidimos abrir nossas portas para testemunhar um novo olhar, um novo enfoque à conduta artística que, decididamente, não se encaixa bem às definições pré-concebidas." Para Bidlot, as pinturas "misturam técnica artística, adquirida pelos artistas durante anos de participação nos ateliês, com a espontaneidade ligada à deficiência mental". "Isso dá a essas obras uma força inigualável", avalia. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.