Divulgação
Divulgação

Exposição debate arte e revolução no Egito

Manifestações de ativistas egípcios vão desde fotos de grafite nas ruas até ações táticas de guerrilha

AE, Agência Estado

28 Abril 2011 | 09h13

A partir de sexta-feira, 29, uma interessante exposição terá início em São Paulo sobre a arte em tempos de guerra. A Matilha Cultural, entidade sem fins lucrativos idealizada por um grupo de profissionais de diferentes áreas, vai abrigar a "Egito em Obras: Expressões da Revolução", com manifestações de ativistas egípcios que vão desde fotos de grafite nas ruas até ações táticas de guerrilha de informação envolvendo video-arte que surgiram em meio aos confrontos com as forças contrarrevolucionárias de Hosni Mubarak.

A exposição fica em "processo" de 29 de abril a 18 de junho. "Processo" porque para realizá-la a Matilha, além de mapear um conjunto de ativistas revolucionários e iniciativas culturais independentes autênticas, organizou um formato de exposição capaz de se articular com programas de rádios online feitos especialmente para o evento, conversas em teleconferência, intervenções conjuntas entre São Paulo e Cairo e contextualização de documentos sequestrados do prédio do serviço de inteligência egípcio pelos revolucionários, além de debates, vídeos, filmes e fotos.

"Poderia se chamar até de festival, mas também não é o caso. O ''work in progress'' é um termo que inspira essa ideia de processo e que é capaz de abordar a ação participando dela. Foi o próprio resultado da pesquisa que demandou esse novo formato de exposição - que outra forma poderíamos falar de uma revolução que está em andamento?", explica Demétrio Portugal, curador da exposição e diretor de programação da Matilha Cultural. Para conhecer a programação completa, visite o site www.matilhacultural.com.br.

Egito em Obras: Expressões da Revolução - Abertura: amanhã, às 18h. De 29 de abril a 18 de junho.Rua Rego Freitas, 542 - São Paulo. Tel.: (11) 3256-2636. Grátis / Livre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.