Exposição de Toulouse-Lautrec revela a boemia

Uma exposição na National Gallery of Art, em Washington, apresenta mais de 240 trabalhos de Henri de Toulouse-Lautrec e seus contemporâneos na Paris do fim do século 19. Toulouse-Lautrec viveu no bairro boêmio de Montmartre, e os quadros e litogravuras que produziu para os artistas dos salões de dança, boates e cabarés da cidade são um verdadeiro retrato do ambiente boêmio em que vivia. A exposição, intitulada Toulouse-Lautrec e Montmartre, também mostra trabalhos de outros grandes artistas da época, como Pablo Picasso, Edgar Degas e Vincent Van Gogh.As pinturas, desenhos e gravuras de Toulouse-Lautrec, especialmente do Moulin Rouge, mostram o glamour e a decadência da boemia parisiense. Ele também pintou centenas de cartazes para anunciar artistas e casas noturnas de Montmartre. O primeiro deles, feito em 1891 para a dançarina de cancã La Gouloue, tornou a artista ainda mais famosa, com 3 mil cópias em litogravura afixadas nas paredes de Paris.O Moulin Rouge, a casa noturna mais famosa de Paris, é objeto de várias das obras expostas, que foram trazidas de vários museus e coleções particulares do mundo para esta mostra no museu de Washington.

Agencia Estado,

16 de março de 2005 | 12h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.